‘Aumentos de combustíveis atentam contra os pobres’, diz Paulão

Para o deputado federal Paulão PT-AL), a política de reajustes da gasolina, álcool e diesel no País significam um ataque desenfreado à economia popular; segundo ele, a parte mais atingida é a população mais pobre, considerando que os aumentos dos combustíveis, seguido do gás de cozinha, têm reflexos diretos na economia doméstica; “Exatamente na hora da feira a dona de casa sente o drama no bolso, uma vez que grande parte do comércio repassa os custos para os gêneros de primeira necessidade. Portanto, numa situação assim não há orçamento doméstico nenhum que suporte”, disse Paulão

Para o deputado federal Paulão PT-AL), a política de reajustes da gasolina, álcool e diesel no País significam um ataque desenfreado à economia popular; segundo ele, a parte mais atingida é a população mais pobre, considerando que os aumentos dos combustíveis, seguido do gás de cozinha, têm reflexos diretos na economia doméstica; “Exatamente na hora da feira a dona de casa sente o drama no bolso, uma vez que grande parte do comércio repassa os custos para os gêneros de primeira necessidade. Portanto, numa situação assim não há orçamento doméstico nenhum que suporte”, disse Paulão
Para o deputado federal Paulão PT-AL), a política de reajustes da gasolina, álcool e diesel no País significam um ataque desenfreado à economia popular; segundo ele, a parte mais atingida é a população mais pobre, considerando que os aumentos dos combustíveis, seguido do gás de cozinha, têm reflexos diretos na economia doméstica; “Exatamente na hora da feira a dona de casa sente o drama no bolso, uma vez que grande parte do comércio repassa os custos para os gêneros de primeira necessidade. Portanto, numa situação assim não há orçamento doméstico nenhum que suporte”, disse Paulão (Foto: Voney Malta)

Por eassim.net - Os aumentos de combustíveis quase que semanais, no governo Michel Temer, foram alvos de criticas na tribuna da Câmara dos Deputados por parte do deputado federal Paulão (PT-AL).

Para o parlamentar, a política de reajustes constantes da gasolina, álcool e diesel no País significam um ataque desenfreado à economia popular.

Disse ele que a parte mais atingida neste caso é exatamente a população mais pobre, considerando que os aumentos dos combustíveis, seguido do gás de cozinha têm reflexos diretos na economia doméstica.

-Exatamente na hora da feira a dona de casa sente o drama no bolso, uma vez que grande parte do comércio repassa os custos para os gêneros de primeira necessidade. Portanto, numa situação assim não há orçamento doméstico nenhum que suporte. – Disse Paulão.

O deputado não tem dúvidas de que Michel Temer fez sua opção de governo pelos ricos e o mercado financeiro. Trata-se, segundo disse, de uma retribuição do governo dele aos setores que apoiaram o golpe que ele armou contra a Presidente Dilma Rousseff (PT), junto com o PSDB, para assumir o Palácio do Planalto.

Acrescentou que se antes havia um governo comprometido com as demandas sociais, agora há um governo “golpista” preocupado em atender aos seus financiadores, relegando, portanto, políticas públicas que atendiam a população mais necessitada.

 

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247