Ayres é indicado e governo garante maioria na CPI do Igeprev

O presidente da Assembleia Legislativa, deputado Osires Damaso (DEM), indicou o deputado Ricardo Ayres (PSB) como titular da CPI do Igeprev; Ricardo Ayres compõe a última indicação para que seja possível a instalação da CPI e o início das investigações; são membros da CPI, além de Ricardo Ayres, os deputados Sargento Aragão (Pros), José Roberto Forzani (PT), Stalin Bucar (SD) e Wanderlei Barbosa (SD). Dos cinco membros, três são da bancada governista; a oposição quer a presidência fique com o deputado Sargento Aragão

O presidente da Assembleia Legislativa, deputado Osires Damaso (DEM), indicou o deputado Ricardo Ayres (PSB) como titular da CPI do Igeprev; Ricardo Ayres compõe a última indicação para que seja possível a instalação da CPI e o início das investigações; são membros da CPI, além de Ricardo Ayres, os deputados Sargento Aragão (Pros), José Roberto Forzani (PT), Stalin Bucar (SD) e Wanderlei Barbosa (SD). Dos cinco membros, três são da bancada governista; a oposição quer a presidência fique com o deputado Sargento Aragão
O presidente da Assembleia Legislativa, deputado Osires Damaso (DEM), indicou o deputado Ricardo Ayres (PSB) como titular da CPI do Igeprev; Ricardo Ayres compõe a última indicação para que seja possível a instalação da CPI e o início das investigações; são membros da CPI, além de Ricardo Ayres, os deputados Sargento Aragão (Pros), José Roberto Forzani (PT), Stalin Bucar (SD) e Wanderlei Barbosa (SD). Dos cinco membros, três são da bancada governista; a oposição quer a presidência fique com o deputado Sargento Aragão (Foto: Aquiles Lins)

Tocantins 247 – Em sessão desta terça-feira, 3, o presidente da Assembleia Legislativa, deputado Osires Damaso (DEM), indicou o deputado Ricardo Ayres (PSB) como titular da Comissão Parlamentar de Inquérito que vai investigar irregularidades no Instituto de Gestão Previdenciária do Tocantins, o Igeprev.

Ricardo Ayres compõe a última indicação para que seja possível a instalação da CPI e o início das investigações. Ele entra no lugar deixado pelo líder do governo, deputado Carlão da Saneatins (PSDB). São membros da CPI, além de Ricardo Ayres, os deputados Sargento Aragão (Pros), José Roberto Forzani (PT), Stalin Bucar (SD) e Wanderlei Barbosa (SD).

Dos cinco membros, três são da bancada governista. A oposição vai brigar para que a presidência da comissão fique com o deputado Sargento Aragão, autor do requerimento de instalação da CPI. 

 “A bancada do governo está pronta para começar investigação. Esperamos que os autores da proposta, que façamos uma CPI de verdade não com conotação política de campanha eleitoral e que seja uma CPI que venha mostrar o que realmente acontece no Igeprev do nosso Estado”, disse o deputado Stalin Bucar. 

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247