Bahia lidera entrega voluntária de armas

A Bahia se destaca como o primeiro estado brasileiro em número de entrega voluntária de armas por cada grupo de 100 mil habitantes na Campanha Nacional do Desarmamento; segundo a Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp), já foram entregues 24,93 armas para cada 100 mil pessoas, ou 3.495 armas no total, do começo de janeiro até o último dia 18 de agosto

A Bahia se destaca como o primeiro estado brasileiro em número de entrega voluntária de armas por cada grupo de 100 mil habitantes na Campanha Nacional do Desarmamento; segundo a Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp), já foram entregues 24,93 armas para cada 100 mil pessoas, ou 3.495 armas no total, do começo de janeiro até o último dia 18 de agosto
A Bahia se destaca como o primeiro estado brasileiro em número de entrega voluntária de armas por cada grupo de 100 mil habitantes na Campanha Nacional do Desarmamento; segundo a Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp), já foram entregues 24,93 armas para cada 100 mil pessoas, ou 3.495 armas no total, do começo de janeiro até o último dia 18 de agosto (Foto: Romulo Faro)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Bahia 247

A Bahia se destaca como o primeiro estado brasileiro em número de entrega voluntária de armas por cada grupo de 100 mil habitantes na Campanha Nacional do Desarmamento.

Segundo a Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp), já foram entregues 24,93 armas para cada 100 mil pessoas, ou 3.495 armas no total, do começo de janeiro até o último dia 18 de agosto.

Em números absolutos, o estado aparece na segunda posição de entregas voluntárias, atrás de São Paulo (com 5.724 entregas). Ainda assim, houve uma baixa de 7,3% de participação popular entre 2012 e 2013, conforme a Senasp.

Apesar dos números positivos no desarmamento, a Bahia aparece na ponta de outro levantamento com destaque negativo. De acordo com dados do Mapa da Violência 2013, a Bahia ocupa a quarta colocação referente a mortes por arma de fogo, com 4.818 assassinatos.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email