Bancada cearense rejeita reforma da Previdência de Michel Temer

Criticada pela oposição e até mesmo pela base de apoio no Congresso Nacional, o governo do presidente Michel Temer terá que ceder e aceitar alterações na proposta de Reforma da Previdência; 17 dos 22 parlamentares cearenses ouvidos disseram que desejam mudanças; eles discordam do proposta radical que penaliza os trabalhadores; centenas de emendas já foram apresentadas

Criticada pela oposição e até mesmo pela base de apoio no Congresso Nacional, o governo do presidente Michel Temer terá que ceder e aceitar alterações na proposta de Reforma da Previdência; 17 dos 22 parlamentares cearenses ouvidos disseram que desejam mudanças; eles discordam do proposta radical que penaliza os trabalhadores; centenas de emendas já foram apresentadas
Criticada pela oposição e até mesmo pela base de apoio no Congresso Nacional, o governo do presidente Michel Temer terá que ceder e aceitar alterações na proposta de Reforma da Previdência; 17 dos 22 parlamentares cearenses ouvidos disseram que desejam mudanças; eles discordam do proposta radical que penaliza os trabalhadores; centenas de emendas já foram apresentadas (Foto: Voney Malta)

Ceará 247 – Não terá vida fácil a Reforma da Previdência proposta pelo presidente Michel Temer (PMDB). O que antes parecia que teria vida fácil, agora está sendo rejeitada até mesmo pela sua base aliada.

Exemplo disso é o posicionamento da maioria dos parlamentares do Ceará. Segundo reportagem publicada no opovo.com.br (leia aqui), 17 dos 22 parlamentares ouvidos disseram que desejam mudanças na PEC.

Por conta dessa rejeição, o próprio governo já sabe que terá que negociar vários pontos. Centenas de emendas estão sendo apresentadas por partidos da oposição e da situação.

Os aliados do governo até concordam que algo precisa mudar na Previdência, mas não tão radical que penalize apenas o trabalhador, por isso fazem ressalvas.

Para o deputado José Guimarães (PT), “A população não pode ser prejudicada pela absurda reforma proposta por Temer e sua turma". Ele promete articular manifestações com a CUT e outras centrais.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247