Bancada federal do Ceará define prioridades das emendas

Entre as emendas orçamentarias da bancada parlamentar está a destinação R$ 112 milhões para a implantação de obras de infraestrutura hídrica no Estado para ajudar no enfrentamento à estiagem. Para o custeio de alta e média complexidade da área de saúde, 112 milhões; para a Defensoria Pública, 30 milhões; para o Fundo Nacional de Saúde, para o custeio da atenção básica à saúde, 300 milhões, dentre outras  

Entre as emendas orçamentarias da bancada parlamentar está a destinação R$ 112 milhões para a implantação de obras de infraestrutura hídrica no Estado para ajudar no enfrentamento à estiagem. Para o custeio de alta e média complexidade da área de saúde, 112 milhões; para a Defensoria Pública, 30 milhões; para o Fundo Nacional de Saúde, para o custeio da atenção básica à saúde, 300 milhões, dentre outras
 
Entre as emendas orçamentarias da bancada parlamentar está a destinação R$ 112 milhões para a implantação de obras de infraestrutura hídrica no Estado para ajudar no enfrentamento à estiagem. Para o custeio de alta e média complexidade da área de saúde, 112 milhões; para a Defensoria Pública, 30 milhões; para o Fundo Nacional de Saúde, para o custeio da atenção básica à saúde, 300 milhões, dentre outras   (Foto: Fatima 247)

Ceará247 - Os deputados federais do Ceará se reuniram ontem para definir as prioridades orçamentarias de interesse do Estado. Após a reunião, o deputado José Aírton Cirilo (PT-CE), coordenador da bancada cearense, comentou sobre a reunião, no plenário da Câmara Federal.  "Foi uma reunião bastante participativa e dinâmica em que nós aprovamos as emendas da bancada do Ceará no projeto de Lei Orçamentária Anual", disse.

De acordo com José Airton Cirilo foi priorizado, dentro das emendas prioritárias impositivas, recursos para diversas ações, entre elas, implantação de obras de infraestrutura hídrica no Estado, 112 milhões; para o custeio de alta e média complexidade da área de saúde, 112 milhões; para a Defensoria Pública, 30 milhões; para o Fundo Nacional de Saúde, para o custeio da atenção básica à saúde, 300 milhões, dentre outros.

 

 

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247