Banco Mundial garante apoio a Marcelo no PDRIS

Durante reunião com o governador Marcelo Miranda (PMDB) nessa quinta-feira, 5, o gerente de Projetos do Banco Mundial, Eric Lancelot, garantiu o apoio da instituição para o governo continuar a execução do Projeto de Desenvolvimento Regional Integrado Sustentável (PDRIS); Lancelot elogiou o governo; "O Tocantins está em dia com esse apoio que o banco oferece, o projeto está bem segmentado e dentro da nossa linha de atuação. Trata-se de uma boa parceria e que vem de longas datas. Estamos aqui para reafirmar essa parceria”, avaliou; o PDRIS disponibiliza investimentos de US$ 375 milhões para obras em transporte rodoviário e dos serviços públicos em 72 municípios tocantinenses

Durante reunião com o governador Marcelo Miranda (PMDB) nessa quinta-feira, 5, o gerente de Projetos do Banco Mundial, Eric Lancelot, garantiu o apoio da instituição para o governo continuar a execução do Projeto de Desenvolvimento Regional Integrado Sustentável (PDRIS); Lancelot elogiou o governo; "O Tocantins está em dia com esse apoio que o banco oferece, o projeto está bem segmentado e dentro da nossa linha de atuação. Trata-se de uma boa parceria e que vem de longas datas. Estamos aqui para reafirmar essa parceria”, avaliou; o PDRIS disponibiliza investimentos de US$ 375 milhões para obras em transporte rodoviário e dos serviços públicos em 72 municípios tocantinenses
Durante reunião com o governador Marcelo Miranda (PMDB) nessa quinta-feira, 5, o gerente de Projetos do Banco Mundial, Eric Lancelot, garantiu o apoio da instituição para o governo continuar a execução do Projeto de Desenvolvimento Regional Integrado Sustentável (PDRIS); Lancelot elogiou o governo; "O Tocantins está em dia com esse apoio que o banco oferece, o projeto está bem segmentado e dentro da nossa linha de atuação. Trata-se de uma boa parceria e que vem de longas datas. Estamos aqui para reafirmar essa parceria”, avaliou; o PDRIS disponibiliza investimentos de US$ 375 milhões para obras em transporte rodoviário e dos serviços públicos em 72 municípios tocantinenses (Foto: Aquiles Lins)

Tocantins 247 - O governador Marcelo Miranda (PMDB) se reuniu na tarde dessa quinta-feira, 5, com o gerente de Projetos do Banco Mundial, Eric Lancelot, e o especialista em Transporte da instituição, Satoshi Ogita, no Palácio Araguaia, em Palmas.

Eles estão em visita ao Tocantins até esta sexta-feira, 6, com o objetivo de identificar os novos gestores das pastas que compõem o Projeto de Desenvolvimento Regional Integrado e Sustentável (PDRIS), desenvolvido pelo Banco Internacional para Reconstrução e Desenvolvimento (BIRD).

O PDRIS é, atualmente, uma das principais fontes de recursos para investimentos no Estado, uma vez que dispõe de 300 milhões de dólares financiados pelo Banco Mundial e a contrapartida de 75 milhões de dólares do Governo, o que totaliza 375 milhões de dólares. O objetivo do projeto é fomentar e melhorar a eficácia do transporte rodoviário e dos serviços públicos em apoio ao desenvolvimento integrado e territorialmente equilibrado do Estado, atendendo, atualmente, 72 municípios tocantinenses.

Acompanhado de titulares de pastas que integram o PDRIS, o governador Marcelo Miranda falou da Agenda Positiva do Governo de captação e retomada de investimentos para o Estado. “Nesse projeto, damos atenção especial às rodovias. Com o PDRIS, certamente, o Tocantins voltará a ser destaque positivo em infraestrutura”, assegurou o governador, mostrando toda a disposição do Governo em ser parceiro do Banco Mundial.

Eric Lancelot disse ao governador e aos secretários que o Estado está em boas mãos e que a intenção do projeto, agora, é avançar nos próximos seis meses. Em outubro, representantes do banco retornam ao Estado para tratar, novamente, da questão orçamentária e avaliar a configuração do projeto já no mês seguinte.

“O Tocantins está em dia com esse apoio que o banco oferece em favor de um conjunto de setores para o desenvolvimento sustentável integrado do Estado. O projeto está bem segmentado e dentro da nossa linha de atuação. Trata-se de uma boa parceria e que vem de longas datas. Estamos aqui para reafirmar essa parceria”, avaliou o gerente de projetos.

Aos executivos do banco, o secretário de Educação, Adão Francisco de Oliveira, falou do projeto de Educação Integral. “Esse projeto permitirá que nossas escolas sejam referência em projetos sociais, de formas alternativas e a baixos custos. Nossas unidades educacionais serão bem mais interessantes para os alunos, professores e comunidade”, disse.

Já a secretária do Meio Ambiente e Recursos Hídricos, Meire Carreira, falou das implementações de Unidades de Conservação (UCs) no Tocantins. “No momento, estamos trabalhando no levantamento fundiário das terras para a fase de intervenções rumo às desapropriações”. Além disso, Meire falou sobre a Política Estadual de Recursos Hídricos. “Nesse cenário em que alguns estados sofrem com a escassez de recursos hídricos, trabalhamos para garantir a segurança hídrica visando futuras gerações”, avisou.

O secretário da Fazenda, Paulo Afonso Teixeira, explicou a situação financeira do Tocantins e destacou a importância da parceria com o Banco Mundial. “Nossa capacidade de pagamento atual está próxima do limite prudencial, portanto, necessitamos de parcerias como essa”, argumentou. Na mesma linha de argumentação, o secretário de Planejamento e Orçamento, David Torres, justificou que o PDRIS é essencial para o desenvolvimento do agronegócio tocantinense e que o Governo atenderá todas as contrapartidas do projeto.

Sobre o BIRD

Dentro do Banco Mundial, o BIRD é a instituição que proporciona empréstimos e assistência para o desenvolvimento aos países de rendas médias com bons antecedentes de crédito. No Tocantins, são beneficiários do projeto, a Secretaria de Infraestrutura (Seinfra), o Departamento de Estradas de Rodagens do Tocantins (Dertins), a Secretaria de Planejamento e Orçamento (Seplan), a Secretaria do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Semarh), o Instituto Natureza do Tocantins (Naturatins), a Secretaria da Educação (Seduc), a Secretaria do Desenvolvimento da Agricultura e Pecuária (Seagro), a Secretaria do Desenvolvimento Econômico e Turismo (Sedtur) e a Secretaria da Administração (Secad).

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247