Bapesp: Souto tem 39%, Rui tem 27% e Lídice, 9%

Instituto Bahia, Pesquisa e Estatística traz mais uma vez números diferentes da disputa pelo governo da Bahia em comparação com os demais institutos, a exemplo de Ibope e Sensus; em levantamento divulgado nesta manhã, o candidato do DEM, Paulo Souto, se mantém à frente dos adversários, mas o petista Rui Costa surge como 'fenômeno' na pesquisa e quase dobra sua pontuação em relação a pesquisa Sensus divulgada há uma semana; ele salta de 15% para 27%; Souto tem 39% e Lídice da Mata (PSB), aparece com 9%

Instituto Bahia, Pesquisa e Estatística traz mais uma vez números diferentes da disputa pelo governo da Bahia em comparação com os demais institutos, a exemplo de Ibope e Sensus; em levantamento divulgado nesta manhã, o candidato do DEM, Paulo Souto, se mantém à frente dos adversários, mas o petista Rui Costa surge como 'fenômeno' na pesquisa e quase dobra sua pontuação em relação a pesquisa Sensus divulgada há uma semana; ele salta de 15% para 27%; Souto tem 39% e Lídice da Mata (PSB), aparece com 9%
Instituto Bahia, Pesquisa e Estatística traz mais uma vez números diferentes da disputa pelo governo da Bahia em comparação com os demais institutos, a exemplo de Ibope e Sensus; em levantamento divulgado nesta manhã, o candidato do DEM, Paulo Souto, se mantém à frente dos adversários, mas o petista Rui Costa surge como 'fenômeno' na pesquisa e quase dobra sua pontuação em relação a pesquisa Sensus divulgada há uma semana; ele salta de 15% para 27%; Souto tem 39% e Lídice da Mata (PSB), aparece com 9% (Foto: Romulo Faro)

Bahia 247 - Desconhecido e contestado na Justiça Eleitoral por diversas vezes, o instituto 'Bahia, Pesquisa e Estatística' (Bapesp) traz mais uma vez números completamente diferentes da disputa pelo governo da Bahia em comparação com todos os demais institutos de pesquisa, a exemplo de Ibope e Sensus.

Em levantamento divulgado nesta manhã, o candidato do DEM, Paulo Souto, se mantém à frente dos adversários, mas o petista Rui Costa surge como 'fenômeno' na pesquisa e quase dobra sua pontuação em relação a pesquisa Sensus divulgada há uma semana. Ele salta de 15% para incríveis (para prazo tão curto) 27%. Souto tem 39% e a candidata do PSB, Lídice da Mata, aparece com 9%. Números são referentes à modalidade estimulada, quando o entrevistador apresenta os nomes dos candidatos.

Na pesquisa com associação de apoios, Paulo Souto e Rui Costa estão tecnicamente empatados: o democrata (com apoio de ACM Neto e Aécio Neves - PSDB) cai para 37% e Rui Costa cresce para 32% (com apoio de Dilma, Jaques Wagner e Lula). A margem de erro é de 2,5%, para mais ou para menos.

Na mesma estimativa, Lídice, com Marina, cresce somente um ponto. Os outros candidatos ficam com menos de 1% nas intenções de voto – Marcos Mendes (PSOL), Renata Mallet (PSTU) e Rogério Da Luz (PRTB). A pontuação é menor que os brancos/nulos, que pontuaram 7%, e daqueles que não sabem, com 13%.

Na disputa presidencial, Dilma tem na Bahia 54%, Marina 27%, Aécio 8%, pastor Everaldo 1% e Luciana Genro, Eymael, Levi Fidélix, Zé Maria e Rui Pimenta estão com menos de 1%. A pesquisa, protocolada sob o registro BA-00018/2014, contou com dois mil entrevistados em 84 municípios baianos.

O descrédito do Bapesp

Intriga no meio político o fato de todas as pesquisas, sem nenhuma exceção, do Bapesp serem contratadas pelo presidente da Assembleia Legislativa da Bahia, deputado Marcelo Nilo, do PDT. Instituto é chamado de 'DataNilo'. 

O Babesp passa por mais desconfiança, inclusive do Ministério Público, por relações do proprietário com Marcelo Nilo. Roberto Pereira Matos, sócio do instituto, recebe bolsa de estudos da Assembleia Legislativa. De acordo com o jornal Correio, de 2013 para cá, Roberto Matos recebeu R$ 10.880 para custear os estudos de um filho. Além disso, há denúncia de que um de seus irmãos é assessor de Marcelo Nilo.

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247