Barcelona faz contas para renovar contrato de Messi

Neymar e Suárez renovaram seus contratos com o clube catalão e passaram a ganhar cerca de 25 milhões de euros cada um por temporada; Messi fatura por volta de 22 milhões por ano e renovação colocaria o clube em situação complicada porque a Liga Espanhola proíbe que os clubes gastem mais de 70% do orçamento com salários; "O Barcelona precisa analisar esta situação com a cabeça fria e bom senso. O Barcelona não pode exceder 70 por cento de seus gastos em salários e, logo, precisamos fazer os números darem certo", disse o diretor do Barcelona, Oscar Grau

Neymar e Suárez renovaram seus contratos com o clube catalão e passaram a ganhar cerca de 25 milhões de euros cada um por temporada; Messi fatura por volta de 22 milhões por ano e renovação colocaria o clube em situação complicada porque a Liga Espanhola proíbe que os clubes gastem mais de 70% do orçamento com salários; "O Barcelona precisa analisar esta situação com a cabeça fria e bom senso. O Barcelona não pode exceder 70 por cento de seus gastos em salários e, logo, precisamos fazer os números darem certo", disse o diretor do Barcelona, Oscar Grau
Neymar e Suárez renovaram seus contratos com o clube catalão e passaram a ganhar cerca de 25 milhões de euros cada um por temporada; Messi fatura por volta de 22 milhões por ano e renovação colocaria o clube em situação complicada porque a Liga Espanhola proíbe que os clubes gastem mais de 70% do orçamento com salários; "O Barcelona precisa analisar esta situação com a cabeça fria e bom senso. O Barcelona não pode exceder 70 por cento de seus gastos em salários e, logo, precisamos fazer os números darem certo", disse o diretor do Barcelona, Oscar Grau (Foto: José Barbacena)

Reuters - O desejo do Barcelona de oferecer ao artilheiro Lionel Messi um contrato melhor enfrenta um bloqueio por conta do teto de gastos imposto pela Liga Espanhola, disse nesta quarta-feira o CEO do Barça, Oscar Grau.

Enquanto os companheiros de ataque de Messi, Luis Suárez e Neymar, já assinaram novos contratos até 2021, o acordo do argentino vai até 30 de junho de 2018, deixando o Barcelona com uma janela de 18 meses para evitar que Messi possa deixar o clube de graça.

Messi ganha 22 milhões de euros por ano no Barcelona, segundo relatos, enquanto os salários de Neymar e Suárez seriam de cerca de 25 milhões de euros após as novas renovações. Gray disse que qualquer novo contrato do argentino irá colocar pressão considerável nas finanças do clube.

"O Barcelona precisa analisar esta situação com a cabeça fria e bom senso. O Barcelona não pode exceder 70 por cento de seus gastos em salários e, logo, precisamos fazer os números darem certo", disse Grau em evento nesta quarta-feira.

A Liga Espanhola impõe limites orçamentários para cada clube no início de cada temporada, e suas regras, conhecidas como controles econômicos, impedem que clubes gastem mais de 70 por cento de seus orçamentos em salários.

O orçamento do Barcelona para esta temporada é um recorde de 695 milhões de euros. O clube catalão paga os maiores salários na Espanha e, no futebol mundial, fica atrás apenas do Manchester United, segundo publicação da Global Sports Salary Survey (GSSS).

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247