Base de Alckmin esvazia comissões na Assembleia

Numa estratégia da base aliada do governador Geraldo Alckmin (PSDB), colegiados na Assembleia Legislativa de São Paulo não funcionam por falta de quorum e disputa política; por outro lado, temas de interesse do governo estadual têm tramitação acelerada

Numa estratégia da base aliada do governador Geraldo Alckmin (PSDB), colegiados na Assembleia Legislativa de São Paulo não funcionam por falta de quorum e disputa política; por outro lado, temas de interesse do governo estadual têm tramitação acelerada
Numa estratégia da base aliada do governador Geraldo Alckmin (PSDB), colegiados na Assembleia Legislativa de São Paulo não funcionam por falta de quorum e disputa política; por outro lado, temas de interesse do governo estadual têm tramitação acelerada (Foto: Gisele Federicce)

247 - A base do governo de Geraldo Alckmin (PSDB) tem colocado em prática uma estratégia para que as comissões da Assembleia Legislativa de São Paulo não funcionem.

Reportagem da Folha de S.Paulo publicada neste sábado 19 aponta que os colegiados registram falta de quorum e disputa política, enquanto temas de interesse do governo estadual têm tramitação acelerada na Casa.

O esvaziamento inclui Comissões Parlamentares de Inquérito (CPI). O deputado José Américo, do PT, que preside a comissão de Infraestrutura, diz que convoca os colegas para as reuniões, mas não tem sucesso.

O parlamentar acredita que haja orientação do presidente da Casa, Cauê Macris (PSDB), ou do líder do governo, Barros Munhoz (PSDB), para que a base não compareça.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247