BBC lança documentário para difamar Rússia antes da Copa do Mundo

Um documentário da emissora britânica BBC, Exército de Vândalos russo, sobre torcedores de futebol russos, foi filmado com a intenção de desvalorizar Rússia antes do próximo FIFA Mundial de 2018 no país, disse a embaixada russa em Londres nesta sexta-feira (17); confira um trecho

Um documentário da emissora britânica BBC, Exército de Vândalos russo, sobre torcedores de futebol russos, foi filmado com a intenção de desvalorizar Rússia antes do próximo FIFA Mundial de 2018 no país, disse a embaixada russa em Londres nesta sexta-feira (17); confira um trecho
Um documentário da emissora britânica BBC, Exército de Vândalos russo, sobre torcedores de futebol russos, foi filmado com a intenção de desvalorizar Rússia antes do próximo FIFA Mundial de 2018 no país, disse a embaixada russa em Londres nesta sexta-feira (17); confira um trecho (Foto: Leonardo Attuch)

Da Agência Sputinik

Um documentário da emissora britânica BBC, Exército de Vândalos russo, sobre torcedores de futebol russos, foi filmado com a intenção de desvalorizar Rússia antes do próximo FIFA Mundial de 2018 no país, disse a embaixada russa em Londres nesta sexta-feira (17).

O filme baseia-se nos acontecimentos do campeonato da UEFA Euro 2016 na França, quando pelo menos 30 pessoas ficaram feridas em confrontos entre torcedores da Rússia e da Inglaterra após uma partida de futebol, realizada em Marselha.

​"O filme 'Exército de Vândalos da Rússia', que foi filmado e transmitido pela BBC Two e que leva em consideração o FIFA Mundial 2018 organizado pela Rússia, é bastante chocante. Há impressão de que seu objetivo seja semear o medo na sociedade britânica e alertar os torcedores para não viajar para a Rússia. Baseado em imagens editadas de conflitos de torcedores de futebol em Marselha e de violentos torcedores russos, os cineastas do canal — que é financiado pelo governo — fizeram o seu melhor para difamar a Rússia e a próxima Copa do Mundo", diz a declaração da embaixada russa em Londres.

​A embaixada acrescentou que, para a Rússia, "garantir a segurança na Copa do Mundo é prioridade, dada a experiência passada de outros países europeus".

Segundo a declaração, uma campanha semelhante foi realizada antes dos Jogos Olímpicos de Inverno em Sochi, em 2014.

​Após o incidente em Marselha, a UEFA respondeu condicionalmente desqualificando a equipe russa, enquanto um número significativo de torcedores russos foi transferido para um centro de deportação.

A Rússia vai sediar a Copa do Mundo da FIFA de 14 de junho a 14 de julho de 2018. As partidas serão realizadas em várias cidades do maior país do mundo: Moscou, Kaliningrado, São Petersburgo, Volgograd, Kazan, Sochi e Ekaterimburgo.

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247