BDMG assina contrato de US$ 100 mi com a CAF

O contrato de abertura de crédito junto ao CAF – sigla em inglês para Banco de Desenvolvimento da América Latina – faz parte da estratégia do governo mineiro, que visa expandir o apoio ao setor produtivo no estado, voltado, principalmente, para micro e pequenas empresas

O contrato de abertura de crédito junto ao CAF – sigla em inglês para Banco de Desenvolvimento da América Latina – faz parte da estratégia do governo mineiro, que visa expandir o apoio ao setor produtivo no estado, voltado, principalmente, para micro e pequenas empresas
O contrato de abertura de crédito junto ao CAF – sigla em inglês para Banco de Desenvolvimento da América Latina – faz parte da estratégia do governo mineiro, que visa expandir o apoio ao setor produtivo no estado, voltado, principalmente, para micro e pequenas empresas (Foto: Leonardo Lucena)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Agência de Minas - Como parte de sua estratégia de expansão do apoio ao setor produtivo mineiro, principalmente as micro e pequenas empresas, com prazos longos e taxas reduzidas, o Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais (BDMG) assinou nesta quinta-feira (22) contrato de abertura de crédito de US$ 100 milhões junto ao CAF – sigla em inglês para Banco de Desenvolvimento da América Latina.

As operações a serem realizados com o setor privado poderão ter carência de até dois anos e o prazo máximo de cada operação poderá chegar a dez anos. O Banco já se prepara para utilizar os recursos neste segundo semestre de 2013 e estuda a possibilidade de criar um produto exclusivo para operações em dólar, destinado a empresas com fluxo de caixa em moeda americana.

Na avaliação do presidente do BDMG, Matheus Cotta de Carvalho, a iniciativa concretiza a inserção do Banco no mercado financeiro global. "Temos buscado diversificar nossa estrutura de capital, alongando o nosso endividamento. No ano passado captamos junto ao mercado financeiro nacional, por meio da emissão de letras financeiras, e agora damos mais um importante passo, no sentido de nos tornarmos um player no mercado internacional", ressalta. "Vamos trazer para Minas Gerais recursos internacionais mais adequados para as nossas operações de crédito, de forma a alavancar ainda mais o BDMG", completa.

O BDMG já participa do circuito mundial de bancos de desenvolvimento, discutindo estratégias e alternativas de funding com instituições financeiras como o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), o Japan Bank For International Cooperation (JBIC), o Banco Internacional para Reconstrução e Desenvolvimento (BIRD), o Fundo Financeiro para o Desenvolvimento da Bacia do Prata (Fonplata) e a própria CAF.

Para a diretora representante da CAF no Brasil, Moira Paz-Estenssoro, o propósito do credito concedido ao BDMG é apoiar a renovação, expansão e modernização da capacidade produtiva de empresas estabelecidas no Estado mediante uma instituição de desenvolvimento local. "A CAF promove a consolidação dos sistemas financeiros da região com o objetivo de que as instituições do setor tenham à disposição não só recursos necessários para cobrir operações de seus clientes, mas também para promover o financiamento competitivo e o desenvolvimento empresarial sustentável", afirma. A CAF prevê aprovar em 2013 um total superior a US$ 4,4 bilhões para o setor financeiro latino-americano. Para o Brasil, as liberações estão estimadas em US$ 1 bilhão.

Duplo rating

O acordo com a CAF só foi viabilizado em função do duplo grau de investimento conquistado pelo BDMG no ano passado. Em novembro de 2012, a Standard & Poors concedeu ao Banco avaliações positivas em escalas nacional (AAA) e global (BBB-), com perspectiva estável.

Em dezembro do ano passado, agência Moody's elevou os ratings do BDMG de emissor de longo prazo em escala global e moeda local (de Ba1 para Baa3), com perspectiva estável, e de emissor de curto prazo (de Not Prime para Prime-3). Os ratings de emissor de longo prazo do Banco, na escala nacional brasileira, também foram elevados (de Aa2.br para Aa1.br), com o rating de curto prazo permanecendo inalterado em BR-1. A perspectiva desses ratings é estável. Neste ano, o BDMG pretende alcançar um recorde de desembolsos, com a marca de R$ 2 bilhões em liberações.

Sobre a CAF

O Banco de Desenvolvimento da América Latina tem como missão incentivar o desenvolvimento sustentável e a integração regional por meio de financiamento de projetos dos setores público e privado, oferecendo cooperações técnicas e outros serviços especializados. Fundado em 1970 e formado atualmente por 18 países – 16 da América Latina e Caribe, além de Espanha e Portugal –, e 14 bancos privados, é uma das principais fontes de financiamento multilateral e um importante gerador de conhecimento para a região.

 

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email