Bolsonaro é alvo de 'purpurinaço' em Porto Alegre

Deputado federal Jair Bolsonaro (PP-RJ) participava nesta terça-feira, 26, de uma cerimônia que o homenageava na Assembleia Legislativa gaúcha e foi surpreendido com a presença de dezenas de manifestantes que, entre gritos de ordem contra a homofobia, promoveram um 'beijaço'; pouco depois, quando o parlamentar concedia uma entrevista, jovens do Levante Popular da Juventude o encobriram com purpurina

Deputado federal Jair Bolsonaro (PP-RJ) participava nesta terça-feira, 26, de uma cerimônia que o homenageava na Assembleia Legislativa gaúcha e foi surpreendido com a presença de dezenas de manifestantes que, entre gritos de ordem contra a homofobia, promoveram um 'beijaço'; pouco depois, quando o parlamentar concedia uma entrevista, jovens do Levante Popular da Juventude o encobriram com purpurina
Deputado federal Jair Bolsonaro (PP-RJ) participava nesta terça-feira, 26, de uma cerimônia que o homenageava na Assembleia Legislativa gaúcha e foi surpreendido com a presença de dezenas de manifestantes que, entre gritos de ordem contra a homofobia, promoveram um 'beijaço'; pouco depois, quando o parlamentar concedia uma entrevista, jovens do Levante Popular da Juventude o encobriram com purpurina (Foto: Aquiles Lins)
Siga o Brasil 247 no Google News

Da Revista Fórum - O deputado federal Jair Bolsonaro (PP-RJ) foi alvo de um protesto de grupos ligados à causa LGBT na tarde desta terça-feira (26) em Porto Alegre (RS). Ele participava de uma cerimônia que o homenageava na Assembleia Legislativa gaúcha e foi surpreendido com a presença de dezenas de manifestantes que, entre gritos de ordem contra a homofobia, promoveram um 'beijaço'. Pouco depois, quando o parlamentar concedia uma entrevista, jovens do Levante Popular da Juventude o encobriram com purpurina.

De acordo com os manifestantes, o intuito do protesto foi o de "evidenciar a transfobia, a LGBTfobia, o machismo e o racismo de Bolsonaro", bem como colocar em pauta o Dia da Visibilidade Trans, comemorado em 29 de janeiro.

Além do 'porpurinaço', manifestantes contam que sofreram agressões durante o ato que ocorreu no interior da Assembleia. Reportagem do portal Sul 21 relata que "um participante do ato pró-Bolsonaro agrediu uma das manifestantes que logo foi socorrida por seus companheiros" e que a briga gerou uma "pancadaria", vitimando até mesmo jornalistas que acompanhavam a cerimônia.

 

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

PUBLICIDADE

Cortes 247

PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email