Bonifácio acusa Damaso de comprar deputados com dinheiro da AL

Deputado estadual José Bonifácio (PR) direcionou nesta segunda-feira, 2, carga pesada de críticas ao presidente reeleito da Assembleia, deputado Osires Damaso (DEM); ao Tocantins 247, Bonifácio pôs em suspeita pagamentos "superiores a R$ 3 milhões" efetuados por Damaso no "Projeto de Modernização Administrativa" da Casa; "Suspeito que esse dinheiro tenha sido usado para marcar o passe de alguns deputados. Tenho o direito de suspeitar, e também a sensibilidade de racionar. Foi um investimento exacerbado", afirmou; Damaso garante lisura e diz que resposta será a aprovação das suas contas pelo TCE

Deputado estadual José Bonifácio (PR) direcionou nesta segunda-feira, 2, carga pesada de críticas ao presidente reeleito da Assembleia, deputado Osires Damaso (DEM); ao Tocantins 247, Bonifácio pôs em suspeita pagamentos "superiores a R$ 3 milhões" efetuados por Damaso no "Projeto de Modernização Administrativa" da Casa; "Suspeito que esse dinheiro tenha sido usado para marcar o passe de alguns deputados. Tenho o direito de suspeitar, e também a sensibilidade de racionar. Foi um investimento exacerbado", afirmou; Damaso garante lisura e diz que resposta será a aprovação das suas contas pelo TCE
Deputado estadual José Bonifácio (PR) direcionou nesta segunda-feira, 2, carga pesada de críticas ao presidente reeleito da Assembleia, deputado Osires Damaso (DEM); ao Tocantins 247, Bonifácio pôs em suspeita pagamentos "superiores a R$ 3 milhões" efetuados por Damaso no "Projeto de Modernização Administrativa" da Casa; "Suspeito que esse dinheiro tenha sido usado para marcar o passe de alguns deputados. Tenho o direito de suspeitar, e também a sensibilidade de racionar. Foi um investimento exacerbado", afirmou; Damaso garante lisura e diz que resposta será a aprovação das suas contas pelo TCE (Foto: Aquiles Lins)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Tocantins 247 - O deputado estadual José Bonifácio (PR) afirmou nesta segunda-feira, 2, ao Tocantins 247, que pedirá ao Tribunal de Contas do Estado que investigue pagamentos supostamente ilegais realizados na área de informática pelo presidente reeleito da Assembleia Legislativa, deputado Osires Damaso (DEM), relacionados ao "Projeto de Modernização Administrativa" da Casa. "Vamos fazer um requerimento para o TCE auditar tudo", afirmou.

A licitação questionada po José Bonifácio é a do tipo pregão presencial nº 10/2014, homologada no dia 11 de novembro de 2014, que teve como objeto a contratação de empresa especializada na prestação de serviços de análise, programação, desenvolvimento visual e teste de sistemas voltados à implementação do "Projeto de Modernização Administrativa" da Assembleia Legislativa. A empresa vencedora do pregão foi a Sistematech Informática Eireli-ME, com sede em Recife. Os serviços homologados no pregão ficaram em R$ 5.590.000,00. 

José Bonifácio acusou o presidente Osires Damaso de realizar pagamentos indevidos à empresa Sistematech superiores a R$ 3 milhões. "Ainda em novembro eu detectei essa licitação e reuni os deputados e questionei. Quando me deparo com pagamentos absurdos superiores a R$ 3 milhões. Qual a necessidade de uma Assembleia gastar tantos milhões com isso?", questionou Bonifácio.

O deputado republicano foi mais duro nas críticas ao atual presidente e disse que o dinheiro supostamente desviado teria sido utilizado na sua reeleição. "Suspeito que esse dinheiro tenha sido usado para marcar o passe de alguns deputados. Tenho o direito de suspeitar, e também a sensibilidade de racionar. Foi um investimento exacerbado", afirmou. 

Damaso garante lisura

Em discurso log após usa posse como presidente reeleito, o deputado Osires Damaso garantiu que não há irregularidades em sua gestão. “Tudo o que foi pago foi licitado. Antecipo meu perdão a você Bonifácio e a resposta para suas acusações virá pelo TCE quando minhas contas da presidência forem aprovadas”, enfatizou.

 

 

 

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247