BR-101: trecho do Estado é o mais perigoso do País

Trecho que corta Alagoas é considerado o mais perigoso do País para o tráfego de ônibus interestaduais; é o que aponta o mais recente levantamento elaborado pela Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT); dados são referentes ao ano passado e apontam que, neste período, a rodovia que atravessa o estado teve o registro de 24 assaltos a transportes coletivos; Alagoas teve mais ocorrências que o trecho da BR-365, em Minas Gerais, que contabilizou 19 assaltos a ônibus interestaduais em 2014

Trecho que corta Alagoas é considerado o mais perigoso do País para o tráfego de ônibus interestaduais; é o que aponta o mais recente levantamento elaborado pela Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT); dados são referentes ao ano passado e apontam que, neste período, a rodovia que atravessa o estado teve o registro de 24 assaltos a transportes coletivos; Alagoas teve mais ocorrências que o trecho da BR-365, em Minas Gerais, que contabilizou 19 assaltos a ônibus interestaduais em 2014
Trecho que corta Alagoas é considerado o mais perigoso do País para o tráfego de ônibus interestaduais; é o que aponta o mais recente levantamento elaborado pela Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT); dados são referentes ao ano passado e apontam que, neste período, a rodovia que atravessa o estado teve o registro de 24 assaltos a transportes coletivos; Alagoas teve mais ocorrências que o trecho da BR-365, em Minas Gerais, que contabilizou 19 assaltos a ônibus interestaduais em 2014 (Foto: José Barbacena)

GazetaWeb (Thiago Gomes) - O trecho da BR-101 que corta o estado de Alagoas é considerado o mais perigoso do País para o tráfego de ônibus interestaduais. É o que aponta o mais recente levantamento elaborado pela Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), divulgado neste sábado (28). Os dados são referentes ao ano passado e apontam que, neste período, a rodovia que atravessa o estado teve o registro de 24 assaltos a transportes coletivos.

Alagoas teve mais ocorrências que o trecho da BR-365, em Minas Gerais, que contabilizou 19 assaltos a ônibus interestaduais em 2014. Esta mesma quantidade aconteceu na BR-040, no estado de Goiás. A BR-070, também em Goiás, teve 15 assaltos e a BR-101, dessa vez no estado da Bahia, registrou 14 roubos desta natureza.

Com relação ao número total de assaltos na malha rodoviária, Alagoas aparece na quarta posição no ranking nacional e está na chamada zona vermelha do mapa, onde aconteceram mais casos. Ano passado, conforme a estatística da ANTT, foram 36 assaltos a ônibus interestaduais nas rodovias que passam pelo estado. No topo, aparece Minas Gerais, que tem a maior malha rodoviária do Brasil, com 66 assaltos. Em seguida, é Goiás, com 58 ocorrências e a Bahia, com 36.

Quando o levantamento foi feito em relação a 2013, Alagoas aparecia na quinta posição nacional. Naquele ano, o número de assaltos a transportes coletivos nas rodovias era 28 e o estado já estava na chamada zona vermelha. O aumento de 2013 para 2014 foi de 28,57%.

A Gazetaweb tentou contato com a assessoria de imprensa da Polícia Rodoviária Federal (PRF) em Alagoas, mas as ligações não foram atendidas.

Brasil

De acordo com os dados da ANTT, foram registrados no Brasil 277 assaltos em 2014, de acordo com a ANTT. Trata-se de um número menor que o de 2013, quando houve 311 crimes do tipo nas estradas.

As ocorrências são repassadas à ANTT pelas empresas. A legislação obriga que elas informem o registro de acidentes e assaltos envolvendo serviços de transporte rodoviário interestadual. Há hoje 266 empresas operando no país em 2.761 linhas diferentes.

A PRF recomenda que os motoristas e passageiros jamais reajam a um assalto e pede aos condutores que só parem em pontos regulamentados durante o trajeto, evitando abordagens. A corporação também aconselha os passageiros a não levar bens de valor e altas somas em dinheiro nas viagens.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247