Braço direito de Geddel depõe sobre fraude em transporte escolar

A Polícia Federal confirmou nesta segunda-feira que o subchefe de Assuntos Federativos da Secretaria de Governo, Leonardo Américo Silveira de Oliveira, se apresentou na superintendência da corporação, em Salvador, para ser interrogado no âmbito da Operação Vigilante, que desarticulou um esquema de fraude em transporte escolar em municípios baianos; Leonardo Américo é companheiro de longa data de Geddel e de seu irmão Lúcio Vieira Lima (deputado federal), visto com frequência na casa dos peemedebistas e na sede do PMDB na capital baiana; ele integra o diretório do PMDB na Bahia e foi indicado por Geddel para o cargo

A Polícia Federal confirmou nesta segunda-feira que o subchefe de Assuntos Federativos da Secretaria de Governo, Leonardo Américo Silveira de Oliveira, se apresentou na superintendência da corporação, em Salvador, para ser interrogado no âmbito da Operação Vigilante, que desarticulou um esquema de fraude em transporte escolar em municípios baianos; Leonardo Américo é companheiro de longa data de Geddel e de seu irmão Lúcio Vieira Lima (deputado federal), visto com frequência na casa dos peemedebistas e na sede do PMDB na capital baiana; ele integra o diretório do PMDB na Bahia e foi indicado por Geddel para o cargo
A Polícia Federal confirmou nesta segunda-feira que o subchefe de Assuntos Federativos da Secretaria de Governo, Leonardo Américo Silveira de Oliveira, se apresentou na superintendência da corporação, em Salvador, para ser interrogado no âmbito da Operação Vigilante, que desarticulou um esquema de fraude em transporte escolar em municípios baianos; Leonardo Américo é companheiro de longa data de Geddel e de seu irmão Lúcio Vieira Lima (deputado federal), visto com frequência na casa dos peemedebistas e na sede do PMDB na capital baiana; ele integra o diretório do PMDB na Bahia e foi indicado por Geddel para o cargo (Foto: Romulo Faro)

Sayonara Moreno – correspondente da Agência Brasil

A Polícia Federal confirmou hoje (28) que o subchefe de Assuntos Federativos da Secretaria de Governo, Leonardo Américo Silveira de Oliveira, se apresentou na superintendência da corporação, em Salvador, para ser interrogado sobre as investigações que levaram à Operação Vigilante, deflagrada na última sexta-feira (25). O objetivo foi desarticular um esquema de fraude em transporte escolar em alguns municípios baianos.

A PF não deu detalhes sobre o depoimento de Leonardo Américo, que se apresentou espontaneamente nesta segunda-feira, porque estava em viagem, no dia em que foram cumpridos os mandados.

Leonardo Américo era assessor do ex-ministro Geddel Vieira Lima, que renunciou ao cargo depois que o ex-ministro da Cultura Marcelo Calero disse que foi pressionado para liberação das obras do Edifício La Vue, em Salvador. O empreendimento estava com a construção embargada pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), ligado ao Ministério da Cultura.

Além disso, a PF confirmou que o vice-prefeito eleito na cidade baiana de Malhada das Pedras, Adriano Paca, foi preso na tarde de hoje (28), depois de ser considerado foragido no dia em que foi deflagrada a Operação Vigilante. Ele foi encaminhado ao Presídio de Vitória da Conquista, Sudoeste da Bahia.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247