Brasil conquista primeiro lugar no Parapan

País ganhou 257 medalhas, sendo 109 de ouro, 74 de prata e outras 74 de bronze na competição de Toronto, no Canadá. Performance supera a do Rio de Janeiro, em 2007

País ganhou 257 medalhas, sendo 109 de ouro, 74 de prata e outras 74 de bronze na competição de Toronto, no Canadá. Performance supera a do Rio de Janeiro, em 2007
País ganhou 257 medalhas, sendo 109 de ouro, 74 de prata e outras 74 de bronze na competição de Toronto, no Canadá. Performance supera a do Rio de Janeiro, em 2007 (Foto: Gisele Federicce)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Portal Brasil - Os Jogos Parapan-Americanos de Toronto (Canadá) terminaram no último sábado (15). Os números finais do Brasil traduzem a performance de uma potência esportiva: a delegação chegou a 257 medalhas, sendo 109 de ouro, 74 de prata e outras 74 de bronze. Trata-se do melhor rendimento do País em toda a história do evento, superando o recorde anterior registrado no Rio de Janeiro (RJ), em 2007, quando a equipe paralímpica conquistou 221 medalhas.

No penúltimo dia de competições do Pan, o rúgbi em cadeiras de rodas perdeu a disputa de bronze para a Colômbia por 50 x 48. Se tivesse vencido, o Brasil teria protagonizado um feito histórico: ter subido ao pódio em todas as modalidades em disputa nos Jogos Parapan-Americanos.

Para se ter uma ideia do domínio brasileiro na edição deste ano, o segundo lugar no quadro geral, o Canadá, não chegou à metade das medalhas de ouro brasileiras, conseguiu apenas 50. Os americanos, em terceiro, chegaram a 40.

Acompanhe um resumo do desempenho do Brasil nos últimos dias de Parapan.

Basquete em cadeiras de rodas

A seleção feminina garantiu o bronze ao derrotar a Argentina por 49 x 19. Pela semifinal masculina, o Brasil perdeu para o Canadá por 70 x 54.

Judô

Foram quatro medalhas para o Brasil na sexta-feira: duas de prata e duas de bronze. As pratas vieram com Wilians Silva, na categoria +100 kg, e Alana Martins (-70 kg). Os bronzes foram conquistados por Arthur Cavalcante (-100 kg) e Antônio Tenório (-90 kg).

Vôlei sentado

Tanto no masculino quanto no feminino, o Brasil encarou as equipes dos Estados Unidos na decisão. Entre os homens, vitória brasileira por 3 x 0 (25/19, 25/17 e 25/14). Já as mulheres foram derrotadas pelas norte-americanas, também por 3 x 0 (25/20, 25/22 e 25/16), e ficaram com a prata.

Natação

Os brasileiros conquistaram mais 16 medalhas nesta sexta e completaram 104 pódios na modalidade em Toronto, na liderança do quadro de medalhas. O Brasil fez dobradinha nos 100m livre S10, com André Brasil e Felipe Melo, nos 200m livre S1-5, com Daniel Dias e Clodoaldo Silva, e nos 200m livre S5 feminino, com Joana da Silva e Esthefany de Oliveira. Já nos 100m livres S9, o pódio foi 100% nacional: ouro para Vanilton do Nascimento, prata para Ruiter Silva e bronze para Matheus da Silva.

Tênis em cadeira de rodas

O Brasil conquistou duas medalhas, uma de ouro e uma de bronze. O destaque ficou por conta de Natália Mayara, que venceu a final individual contra a norte-americana Kaitlyn Verfuerth por 2 sets a 0, com parciais de 7/6 e 6/2. O bronze veio com Daniel Rodrigues, que superou o colombiano Eliecer Oquendo por 2 sets a 0, com parciais de 6/0 e 6/1.

Futebol de 5

Em um clássico contra a Argentina na grande final, o Brasil foi superior e venceu por 2 x 1, com gols de Jefinho e Ricardinho.

Atletismo

Foram mais 18 medalhas na sexta, no encerramento da modalidade em Toronto. Ao fim, foram 80 pódios: 34 ouros, 28 pratas e 18 bronzes. O segundo lugar ficou para os Estados Unidos, com 53 medalhas, sendo 19 de ouro. O Canadá terminou em terceiro, com 43 pódios (também com 19 ouros).

Rúgbi em cadeira de rodas

Única modalidade que não conquistou medalha para o Brasil em Toronto, o rúgbi teve uma acirrada disputa pelo bronze. Com placar final em 50 x 48, os brasileiros acabaram derrotados pelos colombianos.

Goalball

As mulheres brasileiras entraram em quadra duas vezes na sexta. De manhã, pela semifinal, a equipe derrotou a Guatemala por 10 x 0. Já à noite, na grande final, mais uma vitória para o Brasil, desta vez em cima das norte-americanas, por 7 x 6. No masculino, os brasileiros derrotaram a Argentina por 9 x 4.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email