Brasil produzirá combustível com lodo de esgoto

Fabricao produz combustvel limpo sem emisso de gases do efeito estufa

Brasil produzirá combustível com lodo de esgoto
Brasil produzirá combustível com lodo de esgoto (Foto: Almir Casagrande/Cesan)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O Brasil vai importar da Alemanha um processo que transforma os gases gerados na decomposição do lodo do esgoto em biometano. O efeito da fabricação produz combustível limpo - sem emissão de gases do efeito estufa - que usa resquícios de esgoto como matéria-prima.

A novidade já é usada em frotas públicas e privadas em países da Europa há uma década. No Brasil, o sistema será implantado em uma estação de tratamento da Sabesp (Companhia de Saneamento Básico de São Paulo) em Franca (a 400 km da capital) e deve começar a operar em março de 2012, ainda em caráter experimental.

O projeto, orçado em R$ 6 milhões, será desenvolvido em parceria com a fundação Fraunhofer. A Alemanha repassará R$ 5,1 milhões e a Sabesp bancará R$ 900 mil. A planta que será instalada em Franca (interior de São Paulo), produzirá 1.900 m³ de biometano por dia.

Hoje, cada m3 do gás equivale a um litro de gasolina equivale à unidade correspondente a 10% de todo combustível utilizado pelos 5.057 veículos que compõem a frota de carros da Sabesp no Estado. "Essa produção inicial pode reduzir a emissão de CO2 em até 16 toneladas por ano", afirma o superintendente de inovação tecnológica da Sabesp, Américo de Oliveira Sampaio.

Antes do lançamento brasileiro, serão necessários três anos de estudos sobre a viabilidade e a logística para distribuição no Estado. Apesar de ser formado a partir do lodo de esgoto, o biometano não tem o cheiro ruim típico do esgoto.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email