“Cabe ao partido e não a ele decidir se será ou não candidato”, diz França sobre Barbosa

O governador de São Paulo e pré-candidato à reeleição, Márcio França (PSB-SP), afirmou que compete ao partido decidir se o ex-ministro do STF Joaquim Barbosa será ou não o candidato da legenda à Presidência da República; "A decisão de ele ser candidato não foi tomada nem por ele. Então, a gente não fica especulando. Se por acaso ele quiser, vamos para a segunda fase, que é se o partido vai aceitar a candidatura dele", afirmou França

O governador de São Paulo e pré-candidato à reeleição, Márcio França (PSB-SP), afirmou que compete ao partido decidir se o ex-ministro do STF Joaquim Barbosa será ou não o candidato da legenda à Presidência da República; "A decisão de ele ser candidato não foi tomada nem por ele. Então, a gente não fica especulando. Se por acaso ele quiser, vamos para a segunda fase, que é se o partido vai aceitar a candidatura dele", afirmou França
O governador de São Paulo e pré-candidato à reeleição, Márcio França (PSB-SP), afirmou que compete ao partido decidir se o ex-ministro do STF Joaquim Barbosa será ou não o candidato da legenda à Presidência da República; "A decisão de ele ser candidato não foi tomada nem por ele. Então, a gente não fica especulando. Se por acaso ele quiser, vamos para a segunda fase, que é se o partido vai aceitar a candidatura dele", afirmou França (Foto: Paulo Emílio)

SP 247 - O governador de São Paulo e pré-candidato à reeleição, Márcio França (PSB-SP), afirmou que compete ao partido decidir se o ex-ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Joaquim Barbosa será ou não o candidato da Legenda à Presidência da República.

"A decisão de ele ser candidato não foi tomada nem por ele. Então, a gente não fica especulando. Se por acaso ele quiser, vamos para a segunda fase, que é se o partido vai aceitar a candidatura dele", afirmou França em referência ao fato de Barbosa ter dito que ainda necessitava" convencer a si próprio sobre ser ou não candidato.

Segundo pesquisa do Instituto Datafolha, Barbosa possui entre 8% e 10% das intenções de voto, dependendo do cenário e dos concorrentes. Barbosa se filiou ao PSB no dia 6 de abril, próximo do término do prazo para de filiação para quem retende disputar algum cargo eletivo no pleito de outubro.

Ao vivo na TV 247 Youtube 247