Cachoeira permanece preso em Brasília, decide Justiça

Bicheiro está detido na capital federal desde o dia 18 de abril, quando foi transferido do Presídio Federal de Mossoró

Cachoeira permanece preso em Brasília, decide Justiça
Cachoeira permanece preso em Brasília, decide Justiça (Foto: Sergio Lima/Folhapress)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Agência Brasil – O Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF1) confirmou hoje (4), por unanimidade, decisão liminar que resultou na transferência do empresário Carlos Augusto Ramos, o Carlinhos Cachoeira, para a Penitenciária da Papuda, em Brasília. Antes, ele estava detido no Presídio Federal de Mossoró (RN).

Os três integrantes da Terceira Turma do tribunal analisaram decisão individual do desembargador Fernando Tourinho Neto, do dia 16 de abril. Tourinho é o relator de todos os pedidos do processo de Cachoeira no TRF1 porque recebeu, por sorteio, o primeiro recurso que chegou à corte sobre o assunto.

Cachoeira está detido em Brasília desde o dia 18 de abril, em uma área federal. Ele foi preso no dia 29 de fevereiro como resultado da Operação Monte Carlo, que apurou esquemas de corrupção e exploração de jogos ilegais no Centro-Oeste.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247