Caiado: inflação descontrolada é herança do próprio PT

Senador goiano comentou aumento da inflação para os últimos 12 meses em 7,7%, o maior nível em 10 anos; "Tudo que estamos vivendo hoje é a herança maldita das más decisões tomadas no passado, em especial, do primeiro Governo Dilma, quando, contrariando todas as recomendações do mercado, a presidente resolveu de forma autoritária concentrar o comando da política econômica em suas mãos", disse

caiado
caiado (Foto: José Barbacena)

Goiás 247 - O líder do Democratas no Senado, Ronaldo Caiado (GO), comentou o aumento da inflação para os últimos 12 meses em 7,7%, o maior nível em 10 anos. Para o goiano, o valor acima do teto da meta estabelecida pelo governo é consequência das más decisões tomadas nos últimos anos de governo do PT.

"Tudo que estamos vivendo hoje é a herança maldita das más decisões tomadas no passado, em especial, do primeiro Governo Dilma, quando, contrariando todas as recomendações do mercado, a presidente resolveu de forma autoritária concentrar o comando da política econômica em suas mãos. Está aí o resultado: uma economia parada e com a inflação fora do controle por conta de uma pessoa que não sabe ouvir e não sabe fazer", criticou Caiado.

O parlamentar ressaltou que a alta nos combustíveis, que puxou a inflação do mês de fevereiro de 2015 para quase o dobro em relação ao mesmo período de 2014, teve origem na política de aprisionamento dos preços no ano passado.

"A gasolina que impulsionou nossa inflação para longe teve o seu preço arbitrariamente aprisionado durante o período eleitoral para não atrapalhar a reeleição da presidente. Agora a conta chegou e eles querem que o consumidor brasileiro, em especial o de baixa renda que é o que mais sofre, se vire para pagar essa conta". Caiado também lembrou que o atual balanço não inclui o tarifaço da energia elétrica , o que deve agravar ainda mais a situação da economia brasileira em março.

"Impressiona que, mesmo em recessão econômica, o país esteja com a inflação descontrolada. Isso vai contra lógica econômica. Não estamos crescendo e mesmo assim não há controle sobre o que se produz", acrescentou.

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247