Caiado mira Presidência e PMDB goiano recua

Senador não participou do protesto contra o governo federal em Goiânia, mas sim na Avenida Paulista, onde confirmou à revista Época sua vontade em ser presidente da República; PMDB de Iris Rezende já não vê aliança com o DEM de Ronaldo Caiado para 2016 com o mesmo entusiamo e as conversas esfriaram; peemedebistas voltaram a se aproximar do prefeito Paulo Garcia e a manter boa relação com o PT; possível aliança entre DEM e PMDB pode praticamente exterminar o Democratas; 15 prefeitos devem deixar o DEM

Senador não participou do protesto contra o governo federal em Goiânia, mas sim na Avenida Paulista, onde confirmou à revista Época sua vontade em ser presidente da República; PMDB de Iris Rezende já não vê aliança com o DEM de Ronaldo Caiado para 2016 com o mesmo entusiamo e as conversas esfriaram; peemedebistas voltaram a se aproximar do prefeito Paulo Garcia e a manter boa relação com o PT; possível aliança entre DEM e PMDB pode praticamente exterminar o Democratas; 15 prefeitos devem deixar o DEM
Senador não participou do protesto contra o governo federal em Goiânia, mas sim na Avenida Paulista, onde confirmou à revista Época sua vontade em ser presidente da República; PMDB de Iris Rezende já não vê aliança com o DEM de Ronaldo Caiado para 2016 com o mesmo entusiamo e as conversas esfriaram; peemedebistas voltaram a se aproximar do prefeito Paulo Garcia e a manter boa relação com o PT; possível aliança entre DEM e PMDB pode praticamente exterminar o Democratas; 15 prefeitos devem deixar o DEM (Foto: José Barbacena)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Goiás 247 - A presença de Ronaldo Caiado (DEM) no protesto na Avenida Paulista e suas declarações à revista Época, dizendo que tem vontade de ser presidente da República, só corroboraram as suspeitas do PMDB goiano. O partido já estava desconfiado de que o senador está mais de olho na campanha pelo Palácio do Planalto do que na política em Goiás.

Nas últimas semanas, o PMDB voltou a se aproximar do PT do prefeito Paulo Garcia e diminuiu o entusiasmo diante de uma possível aliança com o DEM de Caiado para as eleições municipais de 2016.

O senador goiano mais uma vez compareceu nas manifestações contra o governo federal em São Paulo. Peemedebistas estranham o fato de Caiado nunca participar dos protestos em Goiânia e dizem nos bastidores que o parlamentar está em busca de holofotes maiores, o que, de fato, acabou acontecendo. "É uma decisão partidária, não individual. Mas não vou negar a minha vontade de ser presidente", disse Caiado à reportagem da Época.

O PMDB goiano ainda vive a ressaca de mais uma derrota para o governador Marconi Perillo e tenta se reerguer promovendo uma limpeza dentro da legenda. O partido prepara a expulsão de 20 prefeitos que apoiaram o tucano na eleição do ano passado. Iris Rezende segue longe das discussões e diz apenas que observa, de longe, o cenário político.

O deputado federal Daniel Vilela, filho do prefeito Maguito, se apresenta como liderança de renovação e não esconde o desejo de ser candidato ao governo em 2018. O primeiro passo de Daniel, no entanto, não é tarefa das mais fáceis. Para começar a pavimentação de seu sonho, ele precisa assumir o comando do partido na eleição de outubro.

Historicamente Iris nunca deixou que as rédeas do PMDB passassem a outras mãos. Neste ano, o cacique peemedebista articulou a expulsão do empresário Júnior Friboi, dando exemplo de que ainda manda na legenda. 

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email