Caiado pede fim da 'república dos Batista'

O senador Ronaldo Caiado (DEM-GO) comentou o áudio da conversa entre os empresários Joesley Batista e Ricardo Saud, delatores da JBS, e disse que o Estado foi "capturado pelo crime organizado"; "O país não suporta mais a 'república' dos Batista. Precisa refundá-la, em novas e mais sadias bases morais, se não quiser vê-la sair pelo ralo", afirma

O senador Ronaldo Caiado (DEM-GO) comentou o áudio da conversa entre os empresários Joesley Batista e Ricardo Saud, delatores da JBS, e disse que o Estado foi "capturado pelo crime organizado"; "O país não suporta mais a 'república' dos Batista. Precisa refundá-la, em novas e mais sadias bases morais, se não quiser vê-la sair pelo ralo", afirma
O senador Ronaldo Caiado (DEM-GO) comentou o áudio da conversa entre os empresários Joesley Batista e Ricardo Saud, delatores da JBS, e disse que o Estado foi "capturado pelo crime organizado"; "O país não suporta mais a 'república' dos Batista. Precisa refundá-la, em novas e mais sadias bases morais, se não quiser vê-la sair pelo ralo", afirma (Foto: Aquiles Lins)

Goiás 247 - O senador Ronaldo Caiado (DEM-GO) comentou o áudio da conversa entre os empresários Joesley Batista e Ricardo Saud, delatores da JBS, e disse que o Estado foi "capturado pelo crime organizado". "Não se trata, como muitos pensam, só do Poder Legislativo", afirmou Caiado em artigo na Folha de S. Paulo. 

"Temos visto sucessivos depoimentos de agentes públicos e privados descrevendo o mesmo cenário abjeto: a relação incestuosa entre o público e o privado, sob os auspícios do contribuinte. Tudo numa sequência vertiginosa que leva o cidadão comum, já sem referências institucionais, a quase desistir do Brasil. A corrupção é crime hediondo —e nocauteou o país. Contemplado com um acordo de delação privilegiado, que o isentou de qualquer punição, Joesley admite assim mesmo que não contou tudo", diz Caiado. 

"O advento das ideologias, sobretudo das ideologias de massa —comunismo, socialismo, nazismo, fascismo—, conspurcou a política e a desviou de sua finalidade original, de instrumento pacificador, para torná-la fundamento da ação revolucionária, que postula refundar a sociedade, destruindo-a", diz o senador, que é pré-candidato à Presidência nas eleições de 2018.

Para Caiado, Justiça e transparência são as palavras-chaves. "O país não suporta mais a 'república' dos Batista. Precisa refundá-la, em novas e mais sadias bases morais, se não quiser vê-la sair pelo ralo", afirma.

Leia na íntegra o artigo de Ronaldo Caiado.

 

 

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247