Câmara aprova aumento no número de vereadores

Encabeçado pelo presidente Anselmo Pereira, projeto que aumenta o número de vereadores de 35 para 37 foi aprovado, em primeira votação, nesta quinta-feira; justificativa é o crescimento populacional de Goiânia; “Hoje nós precisamos reduzir custos, pois o país inteiro enfrenta uma crise. Aceitar isso é um tapa na cara da sociedade, que está vendo a crise, o aumento do desemprego, aí a gente aumenta o número de vereadores. Para que isso?”, desabafou o vereador Djalma Araújo

Encabeçado pelo presidente Anselmo Pereira, projeto que aumenta o número de vereadores de 35 para 37 foi aprovado, em primeira votação, nesta quinta-feira; justificativa é o crescimento populacional de Goiânia; “Hoje nós precisamos reduzir custos, pois o país inteiro enfrenta uma crise. Aceitar isso é um tapa na cara da sociedade, que está vendo a crise, o aumento do desemprego, aí a gente aumenta o número de vereadores. Para que isso?”, desabafou o vereador Djalma Araújo
Encabeçado pelo presidente Anselmo Pereira, projeto que aumenta o número de vereadores de 35 para 37 foi aprovado, em primeira votação, nesta quinta-feira; justificativa é o crescimento populacional de Goiânia; “Hoje nós precisamos reduzir custos, pois o país inteiro enfrenta uma crise. Aceitar isso é um tapa na cara da sociedade, que está vendo a crise, o aumento do desemprego, aí a gente aumenta o número de vereadores. Para que isso?”, desabafou o vereador Djalma Araújo (Foto: José Barbacena)

Goiás 247 - A Câmara Municipal de Goiânia aprovou nesta quinta-feira, em primeira votação, o projeto de Lei que aumenta de 35 para 37 o número de vereadores na capital. O projeto, apresentado por 21 vereadores em conjunto, foi aprovado por 25 a 6 votos.

A justificativa para o aumento tem como base o artigo 29 da Constituição, que fixa limites máximos para a composição de Câmaras Municipais. Uma cidade com até 15 mil habitantes, por exemplo, não pode ter mais de 9 vereadores.

O projeto virá como uma emenda à Lei Orgânica do Município. O autor é o presidente da Câmara, Anselmo Pereira (PSDB), que justificou que o aumento do número de vereadores deve acontecer de acordo com o crescimento da população.

O vereador Djalma Araújo (Rede) se manifestou contra o projeto. “Hoje nós precisamos reduzir custos, pois o país inteiro enfrenta uma crise. Aceitar isso é um tapa na cara da sociedade, que está vendo a crise, o aumento do desemprego, aí a gente aumenta o número de vereadores. Para que isso?”.

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247