Câmara protocola representação contra Kannário no MP

O procurador legislativo da Câmara Municipal de Salvador, vereador José Trindade (PSL), protocolou nesta sexta-feira no Ministério Público representação contra o colega de parlamento Igor Kannário (PHS), que disse no carnaval que "o crime organizado está ali dentro (da Câmara)"; "Ele agora diz que não falou isso, mas falou. Falou muito claramente. Está gravado. Ele fala que são poucos os honestos na Câmara. Então como ele não falou sobre a Câmara? Agora vamos esperar o Ministério Público se manifestar. Mas uma coisa é certa: isso tem que ser esclarecido à população", diz Trindade

O procurador legislativo da Câmara Municipal de Salvador, vereador José Trindade (PSL), protocolou nesta sexta-feira no Ministério Público representação contra o colega de parlamento Igor Kannário (PHS), que disse no carnaval que "o crime organizado está ali dentro (da Câmara)"; "Ele agora diz que não falou isso, mas falou. Falou muito claramente. Está gravado. Ele fala que são poucos os honestos na Câmara. Então como ele não falou sobre a Câmara? Agora vamos esperar o Ministério Público se manifestar. Mas uma coisa é certa: isso tem que ser esclarecido à população", diz Trindade
O procurador legislativo da Câmara Municipal de Salvador, vereador José Trindade (PSL), protocolou nesta sexta-feira no Ministério Público representação contra o colega de parlamento Igor Kannário (PHS), que disse no carnaval que "o crime organizado está ali dentro (da Câmara)"; "Ele agora diz que não falou isso, mas falou. Falou muito claramente. Está gravado. Ele fala que são poucos os honestos na Câmara. Então como ele não falou sobre a Câmara? Agora vamos esperar o Ministério Público se manifestar. Mas uma coisa é certa: isso tem que ser esclarecido à população", diz Trindade (Foto: Romulo Faro)

Bahia 247 - O procurador legislativo da Câmara Municipal de Salvador, vereador José Trindade (PSL), cumpriu sua promessa e protocolou nesta sexta-feira (3) no Ministério Público do Estado da Bahia (MPE-BA) representação contra o colega de parlamento Igor Kannário (PHS), que disse numa apresentação em cima de um trio no carnaval que "o crime organizado está ali dentro (da Câmara)".

Trindade afirma em entrevista ao jornal Tribuna da Bahia que o pedido de desculpas do vereador-cantor "não é suficiente" para encerrar o caso.

"Ele agora diz que não falou isso, mas falou. Falou muito claramente. Está gravado. Ele fala que são poucos os honestos na Câmara. Então como ele não falou sobre a Câmara? Agora vamos esperar o Ministério Público se manifestar. Mas uma coisa é certa: isso tem que ser esclarecido à população. Se aceitar a denúncia, o Ministério Público vai abrir uma investigação sobre a Casa e ele vai ter que provar o que disse. Se não abrir, o vereador (Kannário) vai responder a processo no conselho de ética da Câmara", garante José Trindade.

Ainda de acordo com o procurador legislativo, a punição ao vereador pode ir de uma simples advertência até a cassação do mandato. "Mas não adianta a gente querer especular isso agora. Temos de esperar o Ministério Público se manifestar, porque as declarações dele foram gravíssimas", reitera Trindade.

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247