Camilo elogia ministro da Fazenda e cobra reforma da previdência

Durante reunião do Conselho Nacional de Política Fazendária (Confaz), realizada nesta sexta (8) em Fortaleza, o governador Camilo Santana (PT) fez elogios ao ministro interino da Fazenda, Henrique Meireles, por acatar a proposta de prorrogar o pagamento das dívidas do estados, e cobrou a reforma da previdência. “É fundamental que ações possam ser tomadas, a reforma previdenciária, a reforma política, esse é o momento para essa mudança”, declarou

Durante reunião do Conselho Nacional de Política Fazendária (Confaz), realizada nesta sexta (8) em Fortaleza, o governador Camilo Santana (PT) fez elogios ao ministro interino da Fazenda, Henrique Meireles, por acatar a proposta de prorrogar o pagamento das dívidas do estados, e cobrou a reforma da previdência. “É fundamental que ações possam ser tomadas, a reforma previdenciária, a reforma política, esse é o momento para essa mudança”, declarou
Durante reunião do Conselho Nacional de Política Fazendária (Confaz), realizada nesta sexta (8) em Fortaleza, o governador Camilo Santana (PT) fez elogios ao ministro interino da Fazenda, Henrique Meireles, por acatar a proposta de prorrogar o pagamento das dívidas do estados, e cobrou a reforma da previdência. “É fundamental que ações possam ser tomadas, a reforma previdenciária, a reforma política, esse é o momento para essa mudança”, declarou (Foto: Rodrigo Rocha)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Ceará247 - O governador Camilo Santana (PT) elogiou o ministro interino da Fazenda Henrique Meireles, por receber e acatar as propostas dos governadores de prolongar o pagamento das dívidas dos estados e defendeu a reforma da previdência, que ele considera um grande gargalo para todas as unidades federativas. 

“O déficit cresce a todo ano. No Ceará passou de R$ 1 bilhão e 30 milhões, para mais de 1 bilhão e 300, em 2015, portanto é fundamental que ações possam ser tomadas, a reforma previdenciária, a reforma política, esse é o momento para essa mudança, para termos um pais mais justo e federativo para que possa retomar o crescimento brasileiro e do Estado”, declarou, durante a 161° Reunião do Conselho Nacional de Política Fazendária (Confaz), realizada nesta sexta (8) em Fortaleza. 

(Com informações do Ceará Agora)

 

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247