Camilo lança o Programa Estadual de Desenvolvimento do Audiovisual

O programa Ceará Filmes, lançado na noite de ontem pelo governador Camilo Santana (PT), tem como objetivo ampliar a política para o audiovisual e a cultura digital cearense. O investimento de R$ 59,5 milhões será dividido em sete eixos: Produção, Distribuição, Exibição, Preservação, Formação, Rede Institucional e Legislação

O programa Ceará Filmes, lançado na noite de ontem pelo governador Camilo Santana (PT), tem como objetivo ampliar a política para o audiovisual e a cultura digital cearense. O investimento de R$ 59,5 milhões será dividido em sete eixos: Produção, Distribuição, Exibição, Preservação, Formação, Rede Institucional e Legislação
O programa Ceará Filmes, lançado na noite de ontem pelo governador Camilo Santana (PT), tem como objetivo ampliar a política para o audiovisual e a cultura digital cearense. O investimento de R$ 59,5 milhões será dividido em sete eixos: Produção, Distribuição, Exibição, Preservação, Formação, Rede Institucional e Legislação (Foto: Rodrigo Rocha)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Ceará 247 - O governador Camilo Santana lançou, na noite desta terça-feira (9), no cinema do Centro Dragão do Mar, o "Ceará Filmes - Programa Estadual de Desenvolvimento do Audiovisual e da Arte e Cultura Digital". O Programa, cujo objetivo é ampliar a política para o audiovisual e a cultura digital cearense, conta com investimento de R$ 59,5 milhões, abrangendo ações de 2016 e 2017, da Agência Nacional do Cinema (Ancine) e do Governo do Ceará.

"Quero parabenizar a Secult pela iniciativa. Quando vieram me apresentar a ideia do Ceará Filmes, fiquei encantado. Temos que estimular a cultura porque temos um potencial muito grande. Ela mexe demais com a economia nos estados brasileiros. Temos a compreensão da importância de tê-la como um eixo de desenvolvimento e uma forma de garantir a cidadania. Através dela podemos transformar a sociedade, olha a quantidade de jovens de talento, com a chance de fazerem o que gostam. E quem não gosta de cinema? Agradeço a Ancine por nos ajudar a levar duas salas para mais 10 cidades, interiorizando esse serviço tão rico e prazeroso", disse Camilo Santana.

Do montante de R$ 59,5 milhões, o valor da Ancine é de R$ 40 milhões, com o investimento do Estado chegando a R$ 19,5 milhões. Dividido em sete eixos - Produção, Distribuição, Exibição, Preservação, Formação, Rede Institucional e Legislação –, o programa se estrutura a partir de ações concretas advindas do diálogo integrador entre a Secult e os diversos agentes atuantes no audiovisual cearense: empresas produtoras, distribuidoras e exibidoras; associações, sindicatos e demais entidades de classe; escolas e universidades públicas e privadas; rede pública e privada de TV, além de instâncias governamentais.

Veiculação pela TVC

Entre as novidades do Programa Estadual de Desenvolvimento do Audiovisual estão o Circuito Cearense de Cineclubes, a Programadora Ceará, a Distribuidora Dragão do Mar, o Edital de Cultura Digital e o Edital TVC Ceará Inédito, com investimento de R$ 10,5 milhões em produções audiovisuais – documentários, telefilmes, séries - voltadas para veiculação televisiva, fortalecendo o setor produtivo do audiovisual cearense e alavancando a visibilidade de produções através do sinal digital da TV Ceará.

Mais cinema no interior

A criação da Rede Cearense de Exibição também faz parte do Programa, consistindo em um circuito público de exibição comercial e cultural, com 13 complexos de cinema e um total de 23 salas voltadas para a diversidade estética, artística e cultural da sétima arte, com ênfase na produção brasileira - em especial a cearense – e na formação de público.

Vinte dessas salas de exibição resultam da parceria firmada entre a Secult, a Ancine e mais 10 municípios cearenses, pelo projeto Cinema da Cidade, componente do Programa Cinema Perto de Você. O investimento é de R$ 20 milhões da Ancine e R$ 12 milhões da Secult.

As 10 cidades são: Amontada, Aquiraz, Canindé, Cedro, Crateús, Crato, Iguatu, Itaitinga, São Benedito e Tauá. "Serão duas salas de exibição em cada um desse municípios, com investimento médio de R$ 3,2 milhões em cada um. Trata-se de uma ação de parceria entre Governo Federal, Governo do Ceará e as prefeituras, num federalismo cultural para democratizar o acesso à produção cinematográfica pelo cinema, que é o melhor lugar para se ver um bom filme", disse o secretário Fabiano Piúba.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Apoia-se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247