Campanha Ceará sem Drogas será retomada nesta sexta-feira

De acordo com o presidente da AL, Zezinho Albuquerque, a campanha Ceará sem Drogas visa levar aos jovens relatos sobre os efeitos da dependência química. “A campanha chega a mais uma região do Estado com a intenção de mobilizar estudantes para dizer não às drogas. Encabeçado pela Assembleia, esse trabalho é de conscientização e alerta para a juventude cearense”, afirma

De acordo com o presidente da AL, Zezinho Albuquerque, a campanha Ceará sem Drogas visa levar aos jovens relatos sobre os efeitos da dependência química. “A campanha chega a mais uma região do Estado com a intenção de mobilizar estudantes para dizer não às drogas. Encabeçado pela Assembleia, esse trabalho é de conscientização e alerta para a juventude cearense”, afirma
De acordo com o presidente da AL, Zezinho Albuquerque, a campanha Ceará sem Drogas visa levar aos jovens relatos sobre os efeitos da dependência química. “A campanha chega a mais uma região do Estado com a intenção de mobilizar estudantes para dizer não às drogas. Encabeçado pela Assembleia, esse trabalho é de conscientização e alerta para a juventude cearense”, afirma (Foto: Renata Paiva)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Ceará 247 - A campanha institucional Ceará sem Drogas, realizada pela Assembleia Legislativa do Ceará, será retomada nesta sexta-feira (15/05), no município de Viçosa do Ceará. Liderada pelo presidente da Casa, deputado Zezinho Albuquerque (Pros), a iniciativa vai levar à região da Serra da Ibiapaba o ex-jogador de futebol Walter Casagrande, que fará palestra no Centro Administrativo Catinguba, a partir das 9h30.

No evento, Walter Casagrande, comentarista esportivo e  ex-jogador de futebol, contará a experiência dele com as drogas e como conseguiu superar a dependência química. Essa experiência está narrada no livro biográfico “Casagrande e seus demônios”. Ele também vai responder a questionamentos dos participantes.

De acordo com o presidente da AL, Zezinho Albuquerque, a campanha Ceará sem Drogas visa levar aos jovens relatos sobre os efeitos da dependência química. “A campanha chega a mais uma região do Estado com a intenção de mobilizar estudantes para dizer não às drogas. Encabeçado pela Assembleia, esse trabalho é de conscientização e alerta para a juventude cearense”, afirma Zezinho. O parlamentar destacou ainda a atuação integrada entre o Poder Legislativo e o Governo do Estado, por meio da Secretaria Especial de Políticas Sobre Drogas.

A iniciativa foi lançada em 2014. No ano passado, ela percorreu os municípios de Fortaleza, Crato, Limoeiro do Norte e Sobral. Nos três primeiros encontros, os participantes acompanharam relatos de Walter Casagrande sobre o tema.

Já em Sobral, o palestrante foi o jornalista Caco Barcellos, da Rede Globo, que produziu reportagens sobre vários temas relacionados à campanha, como a experiência de países que mudaram a legislação sobre drogas e o envolvimento de jovens com entorpecentes.

Ceará sem Drogas foi uma das grandes vencedoras da oitava edição do Grande Prêmio Verdes Mares de Publicidade, na categoria campanha pública.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Apoia-se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247