Campeão: Atlético marca no último minuto e bate Goiás

Com gol nos acréscimos, o Atlético venceu o Goiás por 1 a 0, no Serra Dourada, e faturou o título do Goianão 2014; zagueiro Lino foi o autor do gol que garantiu a conquista rubro-negra; Goiás perdeu um pênalti com o experiente Araújo e ainda jogava pelo empate para ser campeão; este é o 13º título goiano do Dragão

Com gol nos acréscimos, o Atlético venceu o Goiás por 1 a 0, no Serra Dourada, e faturou o título do Goianão 2014; zagueiro Lino foi o autor do gol que garantiu a conquista rubro-negra; Goiás perdeu um pênalti com o experiente Araújo e ainda jogava pelo empate para ser campeão; este é o 13º título goiano do Dragão
Com gol nos acréscimos, o Atlético venceu o Goiás por 1 a 0, no Serra Dourada, e faturou o título do Goianão 2014; zagueiro Lino foi o autor do gol que garantiu a conquista rubro-negra; Goiás perdeu um pênalti com o experiente Araújo e ainda jogava pelo empate para ser campeão; este é o 13º título goiano do Dragão (Foto: José Barbacena)

A Redação - Foi ao apagar das luzes. Com gol nos acréscimos, o Atlético venceu o Goiás por 1 a 0 e faturou o título do Goianão 2014. Lino foi o autor do tento que garantiu a conquista rubro-negra na tarde deste domingo (13/4), no estádio Serra Dourada.
 
A vitória do Dragão, confirmada no último minuto de bola rolando, desmoronou a expectativa do torcedor esmeraldino, que já gritava "tricampeão". Além de garantir o título, o Atlético quebrou a sequência invicta que o Goiás sustentava até então e tirou a chance do adversário faturar o terceiro título estadual seguido.

"Quebramos a hegemonia deles. Falaram, falaram, falaram pra chegar aqui e a gente ganhar deles", desabafou Yago durante a comemoração nos gramados do Serra.

O jogo
O Atlético teve ônibus apedrejado a caminho do estádio Serra Dourada. A pressão, supostamente provocada pela torcida adversária, não pareceu ter afetado a vontade do time em campo, que tinha 90 minutos para alcançar a vitória. Por outro lado, o Goiás jogava pelo empate e começou a partida com boa posse de bola.
 
Aos nove minutos surgiu a primeira chance de gol. Ramon deixou Thiago Mendes em boa condição, mas o esmeraldino foi travado por Artur, que bloqueou o lance. Poucos minutos depois, o rubro-negro descontou o perigo. Jorginho cruzou para Júnior Viçosa, que finalizou e quase abriu o placar.
 
Foi um primeiro tempo com poucas emoções e raras chances de gol. Na reta final da etapa, o Atlético apostou no setor ofensivo para tentar anular a vantagem do adversário. Aos 39 minutos, Jorginho cruzou a bola para aquela que seria uma boa oportunidade de abrir o placar. Júnior Viçosa e Juninho, porém, se complicaram na área e desperdiçaram a chance. Primeira etapa terminou sem gols. O resultado parcial dava o título ao Goiás.

Emoção até o fim
No intervalo do jogo, o técnico Marcelo Martelotte colocou Eusébio no lugar de Léo. O jogo recomeçou travado, mas as poucas finalizações esquentaram o clima do clássico. Aos oito minutos, Artur colocou a mão na bola dentro da área e o árbitro marcou pênalti a favor do Goiás. Araújo foi para a cobrança e Márcio cresceu no lance, defendendo a penalidade máxima.
 
Com 18 minutos de bola rolando, o Dragão partiu para o ataque. Juninho recebeu um cruzamento e balançou as redes, mas o auxiliar sinalizou impedimento. A torcida do Goiás já comemorava o título, e mesmo assim o rubro-negro insistiu. Aos 43 minutos, Diogo Campos subiu para cabecear a bola recebida de Pedro Bambu e acertou o travessão.

O jogo iria até aos 49 minutos. Com 48 de bola rolando, Lino subiu após cobrança de escanteio, cabeceou e balançou as redes: gol do Dragão!
 
FICHA TÉCNICA
 
GOIÁS: Renan; Vítor, Jackson, Pedro Henrique e Lima; Amaral, David, Thiago Mendes (Thiago Real) e Ramon; Araújo (Clayton Sales) e Rychely.
Técnico: Claudinei de Oliveira
 
ATLÉTICO: Márcio; Pedro Bambu, Artur, Lino e Thiago Feltri; Léo (Eusébio), Renan Foguinho (Yago), Jorginho e Fábio Lima (Diogo Campos); Juninho e Júnior Viçosa.
Técnico: Marcelo Martelotte
 
Local: Serra Dourada, em Goiânia (GO). Data: 13 de abril, às 16h. Árbitro: Wilton Pereira Sampaio (FIFA). Auxiliares: Fabrício Vilarinho (FIFA) e Marco Antônio Moreira. Cartões amarelos: Eusébio, Thiago Feltri e Artur, do Atlético; Vitor, do Goiás. Cartão vermelho: Vitor.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247