Campeãs em dividendos

As seis ações que devem pagar os maiores dividendos em 2013

Campeãs em dividendos
Campeãs em dividendos
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Por Diego Lazzaris Borges, do Infomoney

SÃO PAULO – O HSBC divulgou sua lista de ações que devem pagar os maiores dividendos este ano. Em primeiro lugar na lista estão as ações ordinárias da Light (LIGT3), com previsão de distribuir 15,2% em proventos em 2013. Logo em seguida aparecem os papéis da AES Tietê (GETI4), com expectativa de um yield de 14,5%. As ações da Oi (OIBR4), com 12,4% e da Cesp (CESP6) também estão na lista.

É importante lembrar que o cálculo do dividend yield é efetuado com base na divisão do valor esperado em dividendos pelo preço da ação. Isso quer dizer que, se a ação estiver com um preço muito baixo, é natural que os dividendos pagos sejam proporcionalmente maiores. Por isso, além do valor dos dividendos, é importante analisar as perspectivas para a empresa e para o preço das ações no longo prazo.

Veja abaixo a tabela com as seis ações:

Das 6 ações que o HSBC espera que mais distribuiam rendimentos no ano, duas também fazem parte da carteira recomendada mensal do HSBC: AES Tietê e CPFL. Sobre a AES Tietê, o banco aponta que o desempenho recente das ações foi ruim, mas os analistas acreditam que o preço atual apresenta um retorno potencial atrativo.

"A AES Tietê representa uma aposta defensiva no setor de energia, com um dividend yield atrativo e não foi diretamente atingida pelas recentes medidas do governo no setor, apesar de também ter sofrido com o sentimento ruim do mercado durante os últimos meses", diz o relatório.

Os analistas apontam que a chance de racionamento de energia adiciona risco à tese de investimento, mas a equipe acredita que a probabilidade disso acontecer é pequena no curto prazo.

Já em relação à CPFL, o HSBC também ressalta que o desempenho recente dos papéis foi ruim, mas o preço atual e os elevados dividendos atraem. Além disso, os analistas acrescentam que, apesar das intervenções do governo no setor de energia elétrica, existe a possibilidade de uma linha de crédito emergencial do governo para as distribuidoras. "[isso] Poderá aliviar a pressão do custo de energia mais elevado (principalmente devido ao maior despacho de energia térmica)", diz o relatório.

Oi, Light e Cesp
A Oi foi recomenda em três carteiras de dividendos para mês de março, segundo levantamento do InfoMoney. O papel também foi incluído na carteira recomendada da Gradual para esta semana. Para os analistas da corretora, a recente baixa da cotação abriu a oportunidade de reintroduzir a ação nacarteira recomendada. " Mesmo com o resultado do 4T12 aquém das expectativas, consideramos aboa geração de caixa da empresa e o perfil de longo prazo de sua dívida financeira, com quase 60%vencendo só a partir de 2017", diz a Gradual, em relatório.

Já a Coelce figurou em duas carteiras de dividendos para março - da Rico e Omar Camargo, além de estar na carteira moderada da SLW. Nenhuma corretora recomendou os papéis da Light e da Cesp para este mês.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email