Campos dá início à reforma no secretariado

O governador de Pernambuco, Eduardo Campos (PSB), já começou a realizar a reforma no secretariado prometida no final de novembro; na primeira etapa da mudança, devem deixar o governo, antes do fim do ano, os secretários Isaltino Nascimento (Transportes), Aluízio Lessa (Articulação Social e Regional), Ana Cavalcanti (Esportes), Laura Gomes (Desenvolvimento Social) e Alberto Feitosa (Turismo)

Brasília - O governador de Pernambuco, Eduardo Campos fala a imprensa após encontro com o ministro da Fazenda, Guido Mantega.
Marcello Casal Jr./ABr
Brasília - O governador de Pernambuco, Eduardo Campos fala a imprensa após encontro com o ministro da Fazenda, Guido Mantega. Marcello Casal Jr./ABr (Foto: Leonardo Lucena)

Pernambuco 247 - O governador de Pernambuco, Eduardo Campos (PSB), já começou a realizar a reforma no secretariado prometida no final de novembro. Na primeira etapa da mudança, devem deixar o governo, antes do fim do ano, os secretários Isaltino Nascimento (Transportes), Aluízio Lessa (Articulação Social e Regional), Ana Cavalcanti (Esportes), Laura Gomes (Desenvolvimento Social) e Alberto Feitosa (Turismo).

As pastas de Transportes e Articulação Social e Regional serão anexadas às novas secretarias de Infraestrutura e de Governo e Desenvolvimento Social, respectivamente. A área de Esportes será integrada à de Educação. Licenciado da Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe), Nascimento deverá tentar um mandato na Câmara Federal. Cabral está cotado para disputar o governo estadual, mas também pode reassumir o seu mandato na Câmara, e o caso de Ana segue indefinido. Laura, Feitosa e Lessa deixam o governo para reassumirem os seus mandatos na Casa.

A segunda parte da mudança no secretariado será efetuada por Campos em abril do próximo ano, mês em que o próprio gestor deixará o cargo para disputar a eleição presidencial. Na ocasião, devem sair Danilo Cabral, da pasta de Cidades, cuja retirada foi adiada devido projetos atualmente executados por Cabral, em função da Copa do Mundo de 2014. Também sairão em abril Tadeu Alencar (Casa Civil), Milton Coelho (Governo) e Evaldo Costa (Imprensa), para disputar mandatos na Câmara Federal – Costa pela Paraíba.

A reforma do secretariado tem como objetivo diminuir o número de pastas existentes no governo estadual. Após as mudanças realizadas pelo gestor e pelo vice-governador, João Lyra Neto (PSB), que assumirá o Palácio do Campo das Princesas em abril, o número de secretarias cairá de 28 para 21, com diminuição da receita anual de cerca de R$ 25 milhões. A medida recebeu diversas críticas de setores de oposição, que argumentaram a ação como "eleitoreira" por ser realizada às vésperas do ano eleitoral.

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247