Campos evita trombar com Cid e Ciro Gomes

O governador de Pernambuco e potencial candidato à presidência da República em 2014 pelo PSB, Eduardo Campos (PSB),evitou bater de frente  com os correligionários Ciro e Cid Gomes sobre as críticas desferidas pelos irmãos cearenses de que estaria “encantado pela direita” e “perdido a noção” sobre a questão do aumento da taxa de juros promovida esta semana pelo Banco Central.; os Gomes também declararam que uma eventual candidatura do PSB seria “inoportuna”; Campos negou que tenha defendido a elevação da taxa básica de juros (Selic) e disse que o PSB "é um partido que tem democracia interna"

Campos evita trombar com Cid e Ciro Gomes
Campos evita trombar com Cid e Ciro Gomes
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

PE247 - O governador de Pernambuco e potencial candidato à presidência da República em 2014 pelo PSB, Eduardo Campos (PSB),evitou bater de frente  com os correligionários Ciro e Cid Gomes sobre as críticas desferidas pelos irmãos cearenses de que estaria “encantado pela direita” e “perdido a noção” sobre a questão do aumento da taxa de juros promovida esta semana pelo Banco Central. Os Gomes também declararam que uma eventual candidatura do PSB seria “inoportuna”. Campos negou que tenha defendido a elevação da taxa Selic. “Eu disse com todas as letras que aumentar juros não é coisa boa. Aumenta-se juros quando se precisa desses instrumentos para manter a inflação, que efetivamente está precisando voltar para o centro da meta, depois de dois anos no ponto máximo da meta. Eu simplesmente disse que o diagnóstico é que viria o aumento de juros”, comentou.

Apesar da negativa, Campos observou que a elevação da taxa básica de juros em 0,25% “não é motivo para drama”. Segundo ele, a discussão tem que se dar de maneira a combater o aumento inflacionário de forma efetiva e garantir o nível de emprego da população. : o que é que temos que fazer, e que não foi feito ainda, para retomar o crescimento econômico, conter a inflação e preservar o trabalho? Eu estou dizendo isso não é de hoje”, afirmou.

Sobre as críticas do governador cearense , Cid Gomes, e do seu irmão, o ex-ministro Ciro Gomes, que são contrários ao projeto de uma candidatura própria por parte do PSB, Eduardo fez uso da moderação. “O PSB é um partido grande, vitorioso, um partido que tem democracia interna é um partido que seu crescimento tem feito bem ao Brasil porque tem trazido a oportunidade de discutir as coisas com tranquilidade”.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247