Candidato promete Bolsa Família em troca de votos

O candidato à Prefeitura de Maragogi, Sérgio Lira (PP), está sendo acusado de entregar em várias regiões do município um "cartão magnético" que supostamente dará direito ao portador sacar uma quantia em dinheiro assim que ele tomar posse; denúncia à Justiça Eleitoral afirma que ele promete implantar um programa municipal chamado de "Bolsa Viva Bem, Maragogi", que seria no mesmo molde do Bolsa Família, do governo federal

O candidato à Prefeitura de Maragogi, Sérgio Lira (PP), está sendo acusado de entregar em várias regiões do município um "cartão magnético" que supostamente dará direito ao portador sacar uma quantia em dinheiro assim que ele tomar posse; denúncia à Justiça Eleitoral afirma que ele promete implantar um programa municipal chamado de "Bolsa Viva Bem, Maragogi", que seria no mesmo molde do Bolsa Família, do governo federal
O candidato à Prefeitura de Maragogi, Sérgio Lira (PP), está sendo acusado de entregar em várias regiões do município um "cartão magnético" que supostamente dará direito ao portador sacar uma quantia em dinheiro assim que ele tomar posse; denúncia à Justiça Eleitoral afirma que ele promete implantar um programa municipal chamado de "Bolsa Viva Bem, Maragogi", que seria no mesmo molde do Bolsa Família, do governo federal (Foto: Voney Malta)

Alagoas 247 - O candidato à Prefeitura de Maragogi, Sérgio Lira (PP), está sendo acusado de entregar em várias regiões do município um "cartão magnético" que supostamente daria direito ao portador sacar uma quantia em dinheiro assim que ele tomar posse como gestor. A ideia de Lira, conforme denúncia à Justiça Eleitoral, é implantar um programa municipal chamado de "Bolsa Viva Bem, Maragogi", que seria no mesmo molde do programa federal Bolsa Família.

Nos cartões distribuídos pelos cabos eleitorais de Lira, há a simulação de uma tarja eletrônica no verso do material, que tem tiragem de cinco mil unidades. Segundo a denúncia, os eleitores são informados que para ter acesso ao benefício é fundamental que o candidato seja eleito prefeito de Maragogi. Não é a primeira polêmica que ele se envolve nesta eleição. No começo do mês de agosto, Lira foi acusado também de trocar atendimento médico por votos.

Ainda conforme a denúncia, os eleitores são informados nas reuniões realizadas pelos cabos eleitorais que apenas "aqueles cidadãos de baixa renda é que terão acesso ao benefício ofertado". O pagamento do "Bolsa Viva Bem, Maragogi" seria realizado mensalmente pela prefeitura, corrigido anualmente pela inflação e seria um complemento a renda. Todo o material distribuído e os relatos de supostos beneficiados serão levados à Justiça.

Por diversas vezes, a reportagem tentou ouvir Sérgio Lira sobre as acusações, mas até o fechamento da edição ele não enviou as repostas.

Com gazetaweb.com

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247