“Candidatura do PSC ao Governo em 2014 é sobrevivência política”

Quem faz esta afirmação é o deputado federal André Moura, presidente estadual do PSC; ele diz que o partido já apoiou outros projetos, como o de Marcelo Déda em 2010 e o de João Alves em 2012, e que na eleição do ano que vem, o grupo "investirá força num projeto próprio"; ele ressalta que espera contar com o apoio de João em 2014 e que irá apoiá-lo na reeleição em 2016

“Candidatura do PSC ao Governo em 2014 é sobrevivência política”
“Candidatura do PSC ao Governo em 2014 é sobrevivência política”
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Sergipe 247 – O deputado federal André Moura, presidente estadual do PSC, afirmou, em entrevista ao Jornal da Cidade, na edição de domingo e segunda (22 e 23 de julho) que a candidatura da legenda ao Governo do Estado “é uma questão estratégica, de sobrevivência política e que já está decidida”. Segundo ele, o partido entende que “já deu sua contribuição a outros projetos” – em 2010, ao governador Marcelo Déda (PT), e em 2012, ao prefeito João Alves Filho (DEM). “Agora queremos investir nossa força num projeto próprio”, disse Moura, ao reafirmar que o senador Eduardo Amorim é “o nome mais forte, que reúne melhores condições políticas”.

Segundo o parlamentar, a aliança entre os líderes do PSC e o prefeito de Aracaju “continua firme”, mesmo com o partido não ocupando cargos na administração. “O espaço que temos é para contribuir noutra esfera, sempre pensando nos interesses maiores da população. Nossos vereadores estão discutindo junto ao prefeito e aos secretários os problemas que atingem a população. No Congresso, eu e Eduardo Amorim temos dado nosso apoio através da destinação de emendas do Orçamento da União, para os projetos que o prefeito nos apresentou”, disse. André ressalta que o PSC deseja manter a aliança com o DEM tanto para 2014, quanto para 2016, “na renovação do mandato de João Alves”.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247