Candidatura fará de Campos rival até 2018, diz Marinho

Prefeito de São Bernardo do Campo (SP), Luiz Marinho (PT) deu um toque à distância, nesta segunda-feira, para o governador de Pernambuco, Eduardo Campos (PSB), que estuda se candidatar à Presidência em 2014; se a candidatura se confirmar, avisa Marinho, não tem conversa com o PT em 2018; "Isso é o que ele precisa pesar. Eu, no lugar do Eduardo, continuaria no projeto e batalharia para liderar o projeto em 2018", aconselhou o petista

Candidatura fará de Campos rival até 2018, diz Marinho
Candidatura fará de Campos rival até 2018, diz Marinho
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

SP247 - Prefeito de São Bernardo do Campo (SP), Luiz Marinho (PT) avisou, nesta segunda-feira, que se o governador de Pernambuco, Eduardo Campos (PSB), se candidatar à Presidência em 2014, ele não será adversário do 'projeto do PT' apenas no próximo anos, mas também em 2018. "Isso é o que ele precisa pesar. Eu, no lugar do Eduardo, continuaria no projeto e batalharia para liderar o projeto em 2018", aconselhou.

O toque foi dado após um evento em que a Ford apresentou oficialmente o primeiro hatch global produzido no Brasil, o New Fiesta, que passa a ser fabricado na unidade da montadora em São Bernardo. Segundo Marinho, o posicionamento de Campos é uma incógnita, "porque ele faz parte do projeto atual que está em curso no Brasil". "Ele é um jovem brilhante e inteligente e essa inteligência lhe indicaria continuar no projeto vitorioso no Brasil, continuar mostrando serviço para liderar esse projeto mais adiante", analisou.

O prefeito de São Bernardo disse ainda que Campos tem de lembrar que seu sucesso enquanto governador de Pernambuco não é exclusivo dele. "O tamanho do sucesso ele tem de partilhar com Lula e com Dilma", avaliou. "Então, ele pode refletir sobre isso e, quem sabe, na hora em que botar a cabeça no travesseiro, tentar imaginar o que seu avô Miguel Arraes recomendaria", finalizou.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email