Cantora gospel Ana Paula Valadão será investigada por homofobia

O MPF investigará a cantora gospel Ana Paula Valadão por homofobia pelo Ministério Público Federal (MPF), após ela ter dito que "isso (a homossexualidade) não é normal"

Ana Paula Valadão
Ana Paula Valadão (Foto: Kelly Miyashiro)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

O Ministério Público Federal (MPF) investigará a cantora gospel Ana Paula Valadão por homofobia pelo Ministério Público Federal (MPF), após ela ter dito, em 2016, que "isso (a homossexualidade) não é normal. Deus criou o homem e a mulher e é assim que nós cremos".

"A Bíblia chama de qualquer opção contrária ao que Deus determinou de pecado. E o pecado tem uma consequência que é a morte. Tái a Adis para mostrar que a união sexual entre dois homens causa uma enfermidade que leva à morte e contamina as mulheres, enfim… Não é o ideal de Deus", disse a cantora na época, durante o Congresso Diante do Trono.

Em sua decisão, o procurador Helder Magno afirmou que a declaração de Ana Paula Valadão "remonta à década de 1980 a narrativa da Aids como ‘doença/câncer/peste gay’ ou mesmo ‘castigo de Deus’, que se baseava na desinformação sobre o vírus e desconhecimento sobre a doença. Tal concepção, inclusive, foi há muito superada pelo conhecimento médico-científico".

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247