Capital tem queda de 88% em homicídios no feriado

Atuação incisiva das forças de segurança de Goiás fez com que houvesse queda no número de casos de homicídios em Goiânia durante o feriado prolongado da Semana Santa 2016; houve apenas um homicídio neste ano diante de oito em 2015; “A nossa meta é identificar as manchas criminais do Estado e reforçar o aparato policial nessas regiões”, afirma o secretário de Segurança, José Eliton; vice-governador tem comandado a Operação Tolerância Zero, que reforçou o contingente policial na Região Metropolitana de Goiânia

Atuação incisiva das forças de segurança de Goiás fez com que houvesse queda no número de casos de homicídios em Goiânia durante o feriado prolongado da Semana Santa 2016; houve apenas um homicídio neste ano diante de oito em 2015; “A nossa meta é identificar as manchas criminais do Estado e reforçar o aparato policial nessas regiões”, afirma o secretário de Segurança, José Eliton; vice-governador tem comandado a Operação Tolerância Zero, que reforçou o contingente policial na Região Metropolitana de Goiânia
Atuação incisiva das forças de segurança de Goiás fez com que houvesse queda no número de casos de homicídios em Goiânia durante o feriado prolongado da Semana Santa 2016; houve apenas um homicídio neste ano diante de oito em 2015; “A nossa meta é identificar as manchas criminais do Estado e reforçar o aparato policial nessas regiões”, afirma o secretário de Segurança, José Eliton; vice-governador tem comandado a Operação Tolerância Zero, que reforçou o contingente policial na Região Metropolitana de Goiânia (Foto: José Barbacena)

Goiás 247 - A atuação incisiva das forças de segurança de Goiás fez com que houvesse queda considerável no número de casos de homicídios em Goiânia durante o feriado prolongado da Semana Santa 2016 em relação ao mesmo período do ano passado. Se comparados à Semana Santa de 2015, quando foram registradas oito mortes, os índices sofreram retração de 88% – de quinta-feira (24) a domingo (27) houve um homicídio na capital.

Os dados do Observatório da Secretaria de Segurança Pública e Administração Penitenciária mostram ainda que em todo o Estado houve queda de 29% dos homicídios em igual período do ano passado. O número caiu de 41 para 29 homicídios. Outro dado importante é que não foi registrada nenhuma morte em Goiânia por 96 horas seguidas. O último homicídio registrado na capital foi na noite da última terça-feira (22/3), por volta de 21 horas.

De acordo com o vice-governador e titular da SSPAP, José Eliton, a redução no número de homicídios indica que os esforços das diversas forças de segurança e o trabalho realizado pelo setor de inteligência das polícias estão no caminho certo. “A nossa meta é identificar as manchas criminais do Estado e reforçar o aparato policial nessas regiões”, afirma o secretário.

Polícia permanece nas ruas

Segundo Eliton, outro fator importante no combate à criminalidade em Goiás, e que tem contribuído fortemente na queda dos indicadores de diversos crimes, são as operações em curso, como o programa Tolerância Zero, por exemplo, iniciado no final de fevereiro e sem data para terminar.

As abordagens em rodovias goianas permitiram à polícia fazer apreensão de mais de 3,5 toneladas de drogas somente nesse primeiro trimestre de 2016. Os números mostram que ações integradas entre as equipes das polícias Militar e Civil, com ênfase no trabalho do Grupo Especial de Repressão a Narcóticos (Genarc) e o Comando de Operações de Divisa (COD), podem reduzir os números de crimes que têm relação direta com o tráfico e o uso de entorpecentes.

Estudos mostram que mais de 50% dos crimes de homicídio no Brasil têm ligação direta com o consumo e o tráfico de drogas. Somente em Goiás, as ocorrências de apreensão de entorpecentes e prisão de suspeitos envolvidas no tráfico mostram a atuação incisiva das polícias. Além de drogas, foram desmantelados laboratórios de refino e empacotamento dos produtos a serem comercializados na capital e em cidades do interior.

Mapa da Violência

Recente mapa da violência apresentado pela secretaria de Segurança Pública aponta que medidas adotadas pelas forças de segurança de Goiás reduziram em 5,7% a taxa de homicídios a cada 100 mil habitantes, ficando entre o grupo de nove estados que alcançaram a redução entre os anos de 2013 e 2014. Em números totais, Goiás reduziu 4,5% os assassinatos, permanecendo entre os sete entes da federação no mesmo período.

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247