Catalão terá centro de inovação do setor automotivo

Secretário de Ciência e Tecnologia de Goiás, Mauro Faiad recebe na próxima semana representantes do BID e de instituto italiano para discutir o modelo de parceria para a implantação do centro

Catalão terá centro de inovação do setor automotivo
Catalão terá centro de inovação do setor automotivo
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Goiás247_ O secretário de Estado de Ciência e Tecnologia, Mauro Faiad, dá início, na próxima terça-feira (29), às tratativas para a criação e implantação de um centro de serviços voltado para a modernização de produtos e para a promoção da cultura da inovação do setor metal-mecânico no Estado de Goiás. Na ocasião, o secretário receberá representantes do Instituto Meccano (Itália), do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) e da Federação da Indústria do Estado de Goiás (Fieg) para discutir o modelo de parceria para a implantação do centro.

O Centro de Serviços será instalado na cidade de Catalão, especialmente como resultado da expansão da planta da Mitsubishi no município. A proposta é implantar um centro de serviços semelhante à iniciativa do italiano Meccano, um centro de inovação tecnológica que atua em conjunto com organizações científicas, empresas, universidades e entidades voltadas à pesquisa. Também participarão da reunião a presidente da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Goiás (Fapeg), Maria Zaíra Turchi, e representantes da Secretaria de Estado de Indústria e Comércio (SIC).

O Instituto Meccano é especializado no fomento e no acompanhamento da aplicação de novas tecnologias na indústria metal-mecânica Italiana e já orientou a implantação de quatro centros semelhantes no Brasil, o último deles em São Caetano do Sul. O Meccano manifestou interesse no setor metal-mecânico em função da expansão da unidade da Mitsubishi em Catalão, que pretende dobrar a produção atual de veículos no município nos próximos dois anos. Para isso, a companhia vai investir R$ 1,2 bilhão na unidade.

A Mitsubishi foi a primeira montadora a se instalar no Centro-Oeste, graças às políticas de incentivos fiscais concedidos pelo Governo de Goiás às empresas que se fixam no Estado. A unidade é constituída de capital integralmente nacional, e produz atualmente 200 veículos por dia. O município também possui uma unidade da John Deere, que monta colhedoras de cana-de-açúcar e pulverizadores e está recebendo a unidade da Suzuki no Brasil. Em Goiás também está instalada uma unidade da Hyundai, em Anápolis.

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247