Ceará registra alta nos investimentos em 2017

Os investimentos do Governo do Ceará em áreas como saúde, educação, segurança e recursos hídricos tiveram crescimento em 2017, passando de R$ 2,17 bilhões em 2016 para 2,47 bilhões no ano passado. Os números do desempenho do Estado foram apresentados, nesta quarta-feira (31), em entrevista coletiva no Palácio da Abolição. “Conseguimos manter um nível considerável de investimentos em relação à Receita corrente Líquida (RCL) e estamos entre os primeiros estados a reagir à estagnação econômica que afetou o País”, observou o secretário do Planejamento e Gestão, Maia Júnior  

Os investimentos do Governo do Ceará em áreas como saúde, educação, segurança e recursos hídricos tiveram crescimento em 2017, passando de R$ 2,17 bilhões em 2016 para 2,47 bilhões no ano passado. Os números do desempenho do Estado foram apresentados, nesta quarta-feira (31), em entrevista coletiva no Palácio da Abolição. “Conseguimos manter um nível considerável de investimentos em relação à Receita corrente Líquida (RCL) e estamos entre os primeiros estados a reagir à estagnação econômica que afetou o País”, observou o secretário do Planejamento e Gestão, Maia Júnior  
Os investimentos do Governo do Ceará em áreas como saúde, educação, segurança e recursos hídricos tiveram crescimento em 2017, passando de R$ 2,17 bilhões em 2016 para 2,47 bilhões no ano passado. Os números do desempenho do Estado foram apresentados, nesta quarta-feira (31), em entrevista coletiva no Palácio da Abolição. “Conseguimos manter um nível considerável de investimentos em relação à Receita corrente Líquida (RCL) e estamos entre os primeiros estados a reagir à estagnação econômica que afetou o País”, observou o secretário do Planejamento e Gestão, Maia Júnior   (Foto: Rodrigo Rocha)

Ceará 247 - Os investimentos do Governo do Ceará em áreas sociais sensíveis – saúde, educação, segurança pública, recursos hídricos e combate à pobreza, por exemplo –, tiveram crescimento em 2017. Mesmo diante do cenário de retração econômica que foi verificado em todo o País, o investimento estadual passou de R$ 2,17 bilhões, em 2016, para R$ 2,47 bilhões, no ano passado. No mesmo intervalo, a despesa empenhada subiu de R$ 22,66 bilhões para 24,6 bilhões, configurando uma gasto adicional de 5,8%.

Os números do desempenho do Estado foram apresentados, nesta quarta-feira (31), em entrevista coletiva no Palácio da Abolição, por representantes do Comitê de Gestão por Resultados e Fiscal (Cogerf), que se reúne semanalmente e assessora o governador Camilo Santana na tomada de decisões estratégicas. Fazem parte do Cogerf o Gabinete do Governador, a Casa Civil, as secretarias do Planejamento e Gestão e da Fazenda, além da Procuradoria Geral do Estado e a Controladoria e Ouvidoria Geral do Estado.

“Conseguimos manter um nível considerável de investimentos em relação à Receita corrente Líquida (RCL) e estamos entre os primeiros estados a reagir à estagnação econômica que afetou o País”, observou o secretário do Planejamento e Gestão, Maia Júnior, durante a coletiva, que também reuniu os titulares da Secretaria da Fazenda, da Controladoria do Estado (CGE), da Procuradoria do Estado (PGE), da Casa Civil, além do diretor do Instituto de Pesquisa e Estratégia Econômica do Ceará (Ipece).

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247