Ceará tem o melhor índice de alfabetização dos últimos dez anos

De acordo com dados do Sistema Permanente de Avaliação da Educação Básica (Spaece) do ano passado, divulgados nesta quinta-feira (22) pelo governador Camilo Santana (PT), 88,2% dos alunos da rede pública que finalizaram o 2º ano do Ensino Médio em 2017 enquadram-se no nível desejável de alfabetização. Em 2007, esse índice era de 39,9%. “Os dados são muito significativos, pois mostram os resultados de pactuação e cooperação, além do esforço dos municípios. (O Spaece) está trazendo resultados e melhorando a cada ano. São os melhores números de toda a história do sistema”, avaliou Camilo

De acordo com dados do Sistema Permanente de Avaliação da Educação Básica (Spaece) do ano passado, divulgados nesta quinta-feira (22) pelo governador Camilo Santana (PT), 88,2% dos alunos da rede pública que finalizaram o 2º ano do Ensino Médio em 2017 enquadram-se no nível desejável de alfabetização. Em 2007, esse índice era de 39,9%. “Os dados são muito significativos, pois mostram os resultados de pactuação e cooperação, além do esforço dos municípios. (O Spaece) está trazendo resultados e melhorando a cada ano. São os melhores números de toda a história do sistema”, avaliou Camilo
De acordo com dados do Sistema Permanente de Avaliação da Educação Básica (Spaece) do ano passado, divulgados nesta quinta-feira (22) pelo governador Camilo Santana (PT), 88,2% dos alunos da rede pública que finalizaram o 2º ano do Ensino Médio em 2017 enquadram-se no nível desejável de alfabetização. Em 2007, esse índice era de 39,9%. “Os dados são muito significativos, pois mostram os resultados de pactuação e cooperação, além do esforço dos municípios. (O Spaece) está trazendo resultados e melhorando a cada ano. São os melhores números de toda a história do sistema”, avaliou Camilo (Foto: Rodrigo Rocha)

Ceará 247 - O número de alunos da rede pública que finalizaram o 2º ano do Ensino Médio alfabetizados em 2017 marcou o melhor desempenho de aprendizagem nos últimos dez anos da Educação no Ceará. De acordo com os resultados do Sistema Permanente de Avaliação da Educação Básica (Spaece) do ano passado, divulgados nesta quinta-feira (22), 88,2% desses alunos (92.752) enquadram-se no nível desejável de alfabetização. Em 2007, quando o Spaece passou a avaliar o processo, o índice era de 39,9%. As informações foram apresentadas pelo governador Camilo Santana e o secretário da Educação, Idilvan Alencar, no Palácio da Abolição.

Os dados também analisaram o desempenho dos alunos do 5º e 9º do Ensino Fundamental nas disciplinas de Língua Portuguesa e Matemática – ambas apresentaram crescimento expressivo. De acordo com o chefe do Executivo, os resultados mostram os esforços que os municípios, junto ao Governo do Ceará, têm direcionado para a melhoria da educação dos cearenses. “Os dados são muito significativos, pois mostram os resultados de pactuação e cooperação, além do esforço dos municípios. (O Spaece) está trazendo resultados e melhorando a cada ano. São os melhores números de toda a história do sistema”, avaliou o governador.

Essa cooperação, disse Camilo Santana, foi importante, principalmente, nos últimos anos. “Foi um período complicado para os municípios do ponto de vista econômico, de seca. Mesmo assim, os municípios têm colocado (a educação) como prioridade, como uma grande política de redução de desigualdade, (criação) de oportunidade, de justiça. É uma alegria muito grande ter o Ceará como referência”, afirmou. “Estamos com 12 estados já levando a experiência do Ceará na Educação nos últimos anos”, continuou.

Paic e Mais Paic

Os números apresentaram crescimento após a implantação, em 2007, do Programa Alfabetização na Idade certa (Paic), que iniciou sua atuação focando na proficiência dos alunos do 2º ano do Ensino Fundamental. Em 2011, o programa dilatou suas ações para os estudantes do 3º, 4º e 5º anos. Quatro anos depois, a gestão estadual lançou o Mais Paic, expandindo as estratégias para alunos do 9º ano da rede pública.

Em 2007, o Spaece avaliou que 14 municípios cearenses estavam no padrão desejável em alfabetização das crianças. Hoje, 182 dos 184 municípios cearenses apresentam bom desempenho. Os municípios de Icó e Umari estão enquadrados no nível suficiente de alfabetização. “A meta para 2018 é ter os 184 municípios em excelência na alfabetização”, garantiu o governador.

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247