Centrais sindicais vão processar Doria por chamar grevistas de vagabundos

As centrais sindicais do Estado de São Paulo vão processar o prefeito da capital paulista, João Doria (PSDB), por ter chamado os grevistas de "vagabundos" e ter atuado contra a realização da greve geral do dia 28, anunciou nesta quinta-feira 4 o presidente da CUT, Vagner Freitas, após uma reunião entre as centrais sindicais para o balanço da paralisação da semana passada

As centrais sindicais do Estado de São Paulo vão processar o prefeito da capital paulista, João Doria (PSDB), por ter chamado os grevistas de "vagabundos" e ter atuado contra a realização da greve geral do dia 28, anunciou nesta quinta-feira 4 o presidente da CUT, Vagner Freitas, após uma reunião entre as centrais sindicais para o balanço da paralisação da semana passada
As centrais sindicais do Estado de São Paulo vão processar o prefeito da capital paulista, João Doria (PSDB), por ter chamado os grevistas de "vagabundos" e ter atuado contra a realização da greve geral do dia 28, anunciou nesta quinta-feira 4 o presidente da CUT, Vagner Freitas, após uma reunião entre as centrais sindicais para o balanço da paralisação da semana passada (Foto: Gisele Federicce)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

SP 247 – As centrais sindicais do Estado de São Paulo vão processar o prefeito da capital paulista, João Doria (PSDB), por ter chamado de "vagabundos" e "preguiçosos" os trabalhadores que aderiram à greve geral da última sexta-feira 28 contra as reformas trabalhista e da previdência do governo Temer.

O processo ocorrerá ainda por Doria ter atuado contra a realização da greve geral, anunciou nesta quinta-feira 4 o presidente da CUT, Vagner Freitas, após uma reunião entre as centrais sindicais para o balanço da paralisação da semana passada. Para Freitas, ele "usurpou de suas atribuições como prefeito de São Paulo".

"Se ele está achando que vai surfar na onda para aparecer às nossas custas, nós vamos criminalizá-lo. Vagabundo é ele, ele não pode chamar de vagabundo quem constrói e participa da greve. Ele só está querendo apoio e mídia em sua pretensão de ser o candidato contra o povo. Se é isso que ele quer ser, esse é o tratamento que nós vamos dar a ele", completou o dirigente sindical.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

WhatsApp Facebook Twitter Email