Central da Agetop: Nelto ignora Leis de Trânsito e defende infratores

Deputado estadual do PMDB, José Nelto abriu campanha contra a Central de Monitoramento da Agetop, que fiscaliza as rodovias estaduais; parlamentar de oposição entregou representação ao Ministério Público contra as câmeras de vigilância; o presidente da Agetop, Jayme Rincón, reagiu aos ataques de Nelto e disse que o deputado fica ao lado dos bandidos e infratores de trânsito ao se posicionar contra as câmeras; "Não existe indústria da multa. Serão multados apenas os que não respeitam a lei. As câmeras ainda dão maior segurança aos condutores", disse Rincón

jose nelto
jose nelto (Foto: José Barbacena)

Goiás 247 - Em mais uma cartada de seu repertório de atraso político, o deputado estadual José Nelto (PMDB) resolveu agora se insurgir contra o sistema de monitoramento de rodovias estaduais implantado pelo Governo de Goiás. Ignorando os apelos da população por mais vigilância e controle das estradas, que matam, ferem e deixam milhares inválidos todos os anos no Brasil, o parlamentar peemedebista entrou no Ministério Público Estadual (MP-GO) com representação pedindo o desligamento do moderno sistema de monitoramento do Centro de Controle, Operação e Fiscalização (CCOF), implantado pela gestão de Marconi Perillo (PSDB) para prevenir acidentes, salvar vidas e flagrar assaltos e roubos nas estradas.

O CCOF foi concebido e implantado por determinação do governador Marconi Perillo com a mais nobre das missões: prevenir e salvar vidas no violento trânsito brasileiro, que matou mais de 37 mil pessoas e deixou mais de 204 mil feridas em 2015. As imagens do CCOF da Agetop nos primeiros dias de monitoramento são chocantes: as câmeras registraram atropelamentos seguidos de fuga pelos condutores autores dos acidentes; assaltos a mão a armada a condutores e infrações graves que resultaram em colisões com morte.

É isso que José Nelto defende ao representar contra a Agetop no Ministério Público Estadual (MP-GO). O deputado registrou em vídeo a entrega do pedido de representação ao promotor Fernando Krebs, na semana passada. Em que pese a sanha oposicionista de Krebs contra o Governo de Goiás e Marconi Perillo, as imagens monstram um promotor constrangido diante da atitude de José Nelto. Afinal, a função precípua do MP é defender os cidadãos da violência.

Em vídeo postado em sua página no Facebook, o presidente da Agetop, Jayme Rincón, desmascara José Nelto: "O deputado José Nelto, numa atitude demogógica, apresentou uma denúncia contra a Agetop no Ministério Público Estadual. Ele é contra a instalação de radares, lombadas eletrônicas e câmeras de monitoramento nas GOs que cruzam o Estado", diz Jayme. O presidente da Agetop é certeiro: "A função dessas câmeras de vigilância é dar maior segurança para quem trafega pelas nossas GOs".

"No pouco tempo em que estão em ação, nós já conseguimos identificar motoristas atropelando pedestres, ciclistas e motociclistas, não dando assistência e fugindo; carros sendo roubados; motoristas dirigindo sem cinto (de segurança), com criança ao lado (no banco da frente) sem cinto (de segurana); uma série de infrações. Essas câmeras visam a segurança de todos os usuários (das rodovias)", diz o presidente da Agetop. "Quando critica a instalação de equipamentos de vigilância e de monitoramento eletrônico, deputado está ficando ao lado dos infratores, que diga-se de passagem são sempre os mesmos", afirmou Jayme.

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247