Chapa de Alckmin está quase formada com Kassab e França

Com a desistência de Henrique Meirelles de disputar o Senado pelo PSD, foi aberta a porta para que Gilberto Kassab seja mesmo o vice na chapa tucana de Geraldo Alckmin pelo governo de São Paulo; desta forma, PSDB pode acomodar o presidente estadual do PSB, deputado Marcio França, na corrida pelo Senado

Com a desistência de Henrique Meirelles de disputar o Senado pelo PSD, foi aberta a porta para que Gilberto Kassab seja mesmo o vice na chapa tucana de Geraldo Alckmin pelo governo de São Paulo; desta forma, PSDB pode acomodar o presidente estadual do PSB, deputado Marcio França, na corrida pelo Senado
Com a desistência de Henrique Meirelles de disputar o Senado pelo PSD, foi aberta a porta para que Gilberto Kassab seja mesmo o vice na chapa tucana de Geraldo Alckmin pelo governo de São Paulo; desta forma, PSDB pode acomodar o presidente estadual do PSB, deputado Marcio França, na corrida pelo Senado (Foto: Roberta Namour)

247 – Ao desistir da disputa pelo Senado, Henrique Meirelles deu a chance ao governador tucano Geraldo Alckmin de acomodar o PSD e o PSB em sua chapa pela reeleição em São Paulo. Leia nas notas de Ilimar Franco, colunista do Globo:

Conveniente
O enredo da conversa entre o presidente do PSD, Gilberto Kassab, com Henrique Meirelles talvez nunca seja conhecido. Mas o fato é que com a desistência de Meirelles de disputar o Senado, foi aberta a porta para que Kassab seja o vice do governador Geraldo Alckmin (PSDB). Os tucanos tinham avisado que a vice e o Senado não dava.

O próximo passo
Os tucanos devem oferecer para o presidente estadual do PSB, deputado Marcio França, a candidatura ao Senado (SP). Esses candidatos têm tempo autônomo na TV, mas a lei impede seu uso para pedir votos para Eduardo Campos.

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247