Chegada do metrô à Paralela deve dobrar número de passageiros

Quem estava acostumado a enfrentar congestionamentos na Avenida Paralela, em Salvador, já pode economizar tempo e dinheiro; com o início da operação comercial de quatro novas estações do metrô, nesta terça-feira, 180 mil passageiros devem circular diariamente por todos os pontos de parada, dobrando o número atual de pessoas que utilizam o modal; em operação desde 2014, mais de 32 milhões de passageiros já passaram pelo metrô, uma das maiores intervenções de mobilidade em execução no País; as novas estações - Pernambués, Imbuí, CAB e Pituaçu - integram a Linha 2

Quem estava acostumado a enfrentar congestionamentos na Avenida Paralela, em Salvador, já pode economizar tempo e dinheiro; com o início da operação comercial de quatro novas estações do metrô, nesta terça-feira, 180 mil passageiros devem circular diariamente por todos os pontos de parada, dobrando o número atual de pessoas que utilizam o modal; em operação desde 2014, mais de 32 milhões de passageiros já passaram pelo metrô, uma das maiores intervenções de mobilidade em execução no País; as novas estações - Pernambués, Imbuí, CAB e Pituaçu - integram a Linha 2
Quem estava acostumado a enfrentar congestionamentos na Avenida Paralela, em Salvador, já pode economizar tempo e dinheiro; com o início da operação comercial de quatro novas estações do metrô, nesta terça-feira, 180 mil passageiros devem circular diariamente por todos os pontos de parada, dobrando o número atual de pessoas que utilizam o modal; em operação desde 2014, mais de 32 milhões de passageiros já passaram pelo metrô, uma das maiores intervenções de mobilidade em execução no País; as novas estações - Pernambués, Imbuí, CAB e Pituaçu - integram a Linha 2 (Foto: Romulo Faro)

Bahia 247 - Quem estava acostumado a enfrentar congestionamentos na Avenida Paralela, em Salvador, já pode economizar tempo e dinheiro. Com o início da operação comercial de quatro novas estações do metrô, nesta terça-feira, 180 mil passageiros devem circular diariamente por todos os pontos de parada, dobrando o número atual de pessoas que utilizam o modal.

Em operação desde 2014, mais de 32 milhões de passageiros já passaram pelo metrô, uma das maiores intervenções de mobilidade em execução no país.

As novas estações - Pernambués, Imbuí, CAB (Centro Administrativo da Bahia) e Pituaçu - integram a Linha 2. Desde as primeiras horas da manhã desta terça (23), centenas de baianos já percorrem o novo trecho.

Para o presidente da Companhia de Transportes do Estado da Bahia (CTB), Eduardo Copello, as estações na Paralela representam a "ampliação da oferta do serviço do metrô para diversos bairros da cidade, como Pernambués, Boca do Rio, Imbuí, Narandiba, toda a região do Centro Administrativo - que tem uma demanda grande não apenas de funcionários como também de pessoas que procuram serviços públicos - até a região de Pituaçu. Estamos seguindo dentro do cronograma para que ele se torne o terceiro maior metrô do Brasil".

Segundo o presidente da concessionária CCR Metrô Bahia, Luís Valença, essas são as primeiras de um total de oito estações na Paralela.

"Já temos 20 quilômetros de trilhos, operando nas linhas 1 e 2, e 15 estações. O metrô vai mudar completamente a mobilidade na cidade de Salvador e região metropolitana. Esse é um sistema estruturante e esperamos uma mudança completa de comportamento dos baianos, começando a deixar o carro em casa, porque não faz mais sentido enfrentar engarrafamentos. O metrô está mudando completamente essa realidade", disse Valença.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247