Chuva deixa 4 mortos, desaparecidos e 3 mil desabrigados em AL

Dados da Defesa Civil Estadual contabilizam mais de 3 mil famílias afetadas diretamente e boa parte destas precisou ser retirada de casa por causa da inundação ou do risco de deslizamento de encostas ou desabamento do imóvel; são 22 municípios afetados, com 553 famílias desabrigadas, 1778 desalojadas e 750 relocadas de moradia; em Maceió, quatro pessoas morreram e outras quatro permanecem desaparecidas

Dados da Defesa Civil Estadual contabilizam mais de 3 mil famílias afetadas diretamente e boa parte destas precisou ser retirada de casa por causa da inundação ou do risco de deslizamento de encostas ou desabamento do imóvel; são 22 municípios afetados, com 553 famílias desabrigadas, 1778 desalojadas e 750 relocadas de moradia; em Maceió, quatro pessoas morreram e outras quatro permanecem desaparecidas
Dados da Defesa Civil Estadual contabilizam mais de 3 mil famílias afetadas diretamente e boa parte destas precisou ser retirada de casa por causa da inundação ou do risco de deslizamento de encostas ou desabamento do imóvel; são 22 municípios afetados, com 553 famílias desabrigadas, 1778 desalojadas e 750 relocadas de moradia; em Maceió, quatro pessoas morreram e outras quatro permanecem desaparecidas (Foto: Voney Malta)

Alagoas 247 - Dados mais atualizados da Defesa Civil Estadual contabilizam os danos provocados em Alagoas após uma semana de chuvas intensas. São mais de 3 mil famílias afetadas diretamente e boa parte destas precisou ser retirada de casa por causa da inundação ou do risco de deslizamento de encostas ou desabamento do imóvel.

Conforme a Defesa Civil, são 22 municípios afetados, com 553 famílias desabrigadas, 1778 desalojadas e 750 relocadas de moradia (em Marechal Deodoro), totalizando mais de 3 mil famílias atingidas pelo temporal.

Na capital, quatro pessoas morreram e outras quatro permanecem desaparecidas depois que moradias foram soterradas. As buscas foram retomadas na manhã desta segunda-feira (29) por equipes do Corpo de Bombeiros e por militares do Exército Brasileiro. 

O prefeito Rui Palmeira decretou situação de emergência. Em Maceió, 52 famílias estão desabrigadas e 152 desalojadas.

Confira a lista dos municípios e o quantitativo de famílias afetadas pelo temporal:

  • Branquinha: 25 famílias desalojadas

  • Capela: 140 famílias desalojadas e 70 desabrigadas: totalizando 210

  • Chã Preta: 10 famílias desalojadas

  • Colônia Leopoldina: 60 famílias desabrigadas e 10 desalojadas: totalizando 70

  • Jacuípe: segundo a Defesa Civil são 40 famílias desalojadas e 40 desabrigadas, mas a prefeitura informa que são 600 famílias desabrigadas

  • Jundiá: uma família desalojada e outra desabrigada

  • Marechal Deodoro: 247 famílias desabrigadas e 997 afetadas

  • Paulo Jacinto: 21 famílias desalojadas

  • Pilar: 400 famílias desalojadas ou desabrigadas

  • Quebrangulo: 20 famílias desabrigadas e 35 desalojadas: totalizando 55

  • Rio Largo: 198 famílias afetadas

  • Santa Luzia do Norte: 23 famílias afetadas

  • Santana do Mundaú: 20 famílias afetadas

  • São José da Laje: 15 famílias afetadas

  • São Luís do Quitunde: 29 famílias afetadas

  • União dos Palmares: 110 famílias afetadas

 

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247