Ciclistas cobram segurança de Haddad em SP

Prefeito de São Paulo comprometeu-se, após reunião com ciclistas na manhã desta sexta-feira, a anunciar investimentos para ampliação de ciclovias e ciclofaixas na próxima terça-feira; número de mortes no ano passado aumentou 5,7%; mobilização foi motivada pelo recente acidente que decepou o braço do ciclista David Santos, na Avenida Paulista

Ciclistas cobram segurança de Haddad em SP
Ciclistas cobram segurança de Haddad em SP
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Camila Maciel
Repórter da Agência Brasil

São Paulo - Ciclistas da capital paulista reuniram-se no início da manhã desta sexta-feira (22) com o prefeito Fernando Haddad para propor ações que visem à valorização e a proteção das pessoas que usam a bicicleta como meio de transporte na cidade. O governo municipal comprometeu-se a anunciar investimentos para ampliação de ciclovias e ciclofaixas na próxima terça-feira (26).

A reunião foi agendada no último domingo (17) após protesto feito pelos ciclistas na Avenida Paulista. Eles encerraram o ato em frente ao prédio em que Haddad mora, no bairro Vila Mariana. O movimento foi encerrado depois que Frederico Haddad, filho do prefeito, comprometeu-se a marcar a audiência.

Durante o encontro, ficou acertada ainda a produção de um plano de comunicação para conscientizar motoristas sobre a importância de uma convivência harmônica no trânsito. Além disso, a prefeitura deverá dedicar mais orçamento para a área.

Um acidente recente com um jovem de 21 anos, o limpador de vidros David Santos, motivou a mobilização dos ciclistas. David teve o braço decepado ao ser atingido por um carro em alta velocidade, enquanto pedalava na ciclofaixa da Avenida Paulista.

O último balanço de mortes no trânsito paulistano, divulgado no dia 13 de março pela Companhia de Engenharia de Tráfego (CET), informa que o número de mortes de ciclistas no ano passado aumentou 5,7%. Foram 52 vítimas do trânsito em 2012 ante 49 no ano anterior.

Também é alto o número de ciclistas que são internados em hospitais públicos do estado de São Paulo vítimas de acidentes de trânsito. No ano passado, foram 3,2 mil pessoas, uma média de nove por dia. A cada dois dias, um desses pacientes morre. Os dados são da Secretaria de Estado da Saúde.

Edição: Lílian Beraldo

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email