Cid vai à Câmara na próxima quarta-feira

O ministro da Educação, que deveria ir prestar esclarecimentos na Casa, passou mal ontem à noite e foi internado no Hospital Sírio Libanês. Segundo o deputado federal Danilo Forte (PMDB), no final da manhã de hoje, Cid apresentou atestado médico informando que não poderia estar presente devido a um "procedimento de urgência". A convocação foi adiada para dia 17

O ministro da Educação, que deveria ir prestar esclarecimentos na Casa, passou mal ontem à noite e foi internado no Hospital Sírio Libanês. Segundo o deputado federal Danilo Forte (PMDB), no final da manhã de hoje, Cid apresentou atestado médico informando que não poderia estar presente devido a um "procedimento de urgência". A convocação foi adiada para dia 17
O ministro da Educação, que deveria ir prestar esclarecimentos na Casa, passou mal ontem à noite e foi internado no Hospital Sírio Libanês. Segundo o deputado federal Danilo Forte (PMDB), no final da manhã de hoje, Cid apresentou atestado médico informando que não poderia estar presente devido a um "procedimento de urgência". A convocação foi adiada para dia 17 (Foto: Renata Paiva)

(Erramos - postamos inicialmente que seria na próxima terça-feira)

Ceará 247 - O ministro da Educação, Cid Gomes, que estava convocado a comparecer às 15h no plenário Ulysses Guimarães da Câmara dos Deputados para esclarecer a sua declaração em que afirmou haver de "300 a 400 deputados achacadores" no parlamento, apresentou no final da manhã desta quarta-feira, 11, um atestado médico que informa que o ex-governador do Ceará não poderá estar presente devido a um "procedimento de urgência".

A informação é da Secretaria Geral da Mesa (SGM) da Câmara. A convocação do ministro aconteceria numa Comissão Geral dentro da sessão ordinária deliberativa da Casa. Com o recebimento do atestado, a SGM cancelou a Comissão Geral que ouviria Cid Gomes, mas não a sessão deliberativa que permanece agendada. Na sessão estão pautados vários projetos, incluindo a regulamentação dos direitos dos trabalhadores domésticos.

De acordo com o deputado Danilo Forte (PMDB-CE) a convocação do ministro foi adiada para a próxima quarta-feira, 18. O peemedebista cearense obteve a informação com o próprio presidente da Câmara, deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ). "As minhas condolências ao ministro Cid se de fato tiver adoentado. Mas seguimos na expectativa que a sessão que ouvirá o ministro aconteça na próxima terça sem nenhum subterfúgio", comentou Danilo Forte.

 

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247