Ciro: “renúncia faz parte do acordo entre Cunha e Temer”

Em texto publicado no Facebook, o ex-ministro Ciro Gomes (PDT) classificou a renúncia de Eduardo Cunha (PMDB-RJ) como parte do acordo com Michel Temer e alertou que o próximo passo da dupla é eleger um membro “da mesma quadrilha” para a presidência da Câmara dos Deputados

Em texto publicado no Facebook, o ex-ministro Ciro Gomes (PDT) classificou a renúncia de Eduardo Cunha (PMDB-RJ) como parte do acordo com Michel Temer e alertou que o próximo passo da dupla é eleger um membro “da mesma quadrilha” para a presidência da Câmara dos Deputados
Em texto publicado no Facebook, o ex-ministro Ciro Gomes (PDT) classificou a renúncia de Eduardo Cunha (PMDB-RJ) como parte do acordo com Michel Temer e alertou que o próximo passo da dupla é eleger um membro “da mesma quadrilha” para a presidência da Câmara dos Deputados (Foto: Rodrigo Rocha)

Ceará247 - O ex-ministro Ciro Gomes (PDT) comentou em suas redes sociais a renúncia do presidente afastado da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), anunciada na tarde desta quinta-feira (7). Em texto no Facebook, o pedetista diz que o ocorrido “faz parte do imoral acerto entre ele e o usurpador golpista Michel Temer, seu comparsa. É a tentativa de se salvarem”.

Ciro alertou também que o próximo passo dos peemedebistas é eleger “um membro da mesma quadrilha para a presidência da Câmara”, o que classificou como “um insulto à Justiça brasileira e mais um soco no rosto de nossa Nação Brasileira”. 

Confira: 

 

 

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247