Ciro une 24 partidos para reeleger governador do PT

O presidenciável Ciro Gomes (PDT) articula uma coligação inédita de 24 partidos no estado, seu reduto eleitoral, em torno da reeleição do governador Camilo Santana (PT), afilhado político do pedetista; a costura tem a ajuda do presidente do Senado, Eunício Oliveira (MDB), seu antigo desafeto político

O presidenciável Ciro Gomes (PDT) articula uma coligação inédita de 24 partidos no estado, seu reduto eleitoral, em torno da reeleição do governador Camilo Santana (PT), afilhado político do pedetista; a costura tem a ajuda do presidente do Senado, Eunício Oliveira (MDB), seu antigo desafeto político
O presidenciável Ciro Gomes (PDT) articula uma coligação inédita de 24 partidos no estado, seu reduto eleitoral, em torno da reeleição do governador Camilo Santana (PT), afilhado político do pedetista; a costura tem a ajuda do presidente do Senado, Eunício Oliveira (MDB), seu antigo desafeto político (Foto: Leonardo Lucena)

Ceará 247 - O ex-governador do Ceará e pré-candidato à Presidência da República pelo PDT, Ciro Gomes, articula uma coligação inédita de 24 partidos no estado, seu reduto eleitoral, em torno da reeleição do governador Camilo Santana (PT), afilhado político do pedetista.

De acordo com reportagem do Estadão, a costura tem a ajuda do presidente do Senado, Eunício Oliveira (MDB), seu antigo desafeto político. O Ceará tem o oitavo maior colégio eleitoral do País, com 6,2 milhões de eleitores, segundo dados do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

O pedetista também teve ajuda do DEM, partido que tem o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (RJ), como pré-candidato ao Palácio do Planalto. Presidente estadual da legenda, o empresário Chiquinho Feitosa,fez reaproximação entre o grupo de Ciro e o PSD, que estavam rompidos oficialmente desde 2017.

“É uma reaproximação buscando ter uma relação como tínhamos no passado”, afirmou o líder do PSD na Câmara, Domingos Neto, que preside o partido no Ceará. 

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247