Citado na Lava Jato, Argôlo pede licença à Câmara

Deputado federal Luiz Argôlo (SDD-BA), que enfrenta processo por quebra de decoro parlamentar no Conselho de Ética da Câmara, por "fortes evidências de ter recebido elevedas quantias de dinheiro do doleiro Alberto Youssef", alegou sofrer de problemas cardíacos para pedir uma licença médica de 15 dias à Câmara dos Deputados

Deputado federal Luiz Argôlo (SDD-BA), que enfrenta processo por quebra de decoro parlamentar no Conselho de Ética da Câmara, por "fortes evidências de ter recebido elevedas quantias de dinheiro do doleiro Alberto Youssef", alegou sofrer de problemas cardíacos para pedir uma licença médica de 15 dias à Câmara dos Deputados
Deputado federal Luiz Argôlo (SDD-BA), que enfrenta processo por quebra de decoro parlamentar no Conselho de Ética da Câmara, por "fortes evidências de ter recebido elevedas quantias de dinheiro do doleiro Alberto Youssef", alegou sofrer de problemas cardíacos para pedir uma licença médica de 15 dias à Câmara dos Deputados (Foto: Roberta Namour)

247 - Citado na Operação Lava Jato, da Polícia Federal, por envolvimento com o doleiro Alberto Youssef, o deputado federal Luiz Argôlo (SDD-BA) alegou sofrer de problemas cardíacos para pedir uma licença médica de 15 dias à Câmara dos Deputados.

O deputado enfrenta processo por quebra de decoro parlamentar no Conselho de Ética da Câmara, por "fortes evidências de ter recebido elevedas quantias de dinheiro do doleiro Alberto Youssef".

Nesta terça-feira (3), o Conselho de Ética se reúne para votar o parecer favorável às investigações contra ele, solicitadas pelo PSOL e pela Mesa Diretora.

Se o Departamento Médico aceitar o pedido de licença médica, ele não terá desconto no salário.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247