Cláudia nega ter viajado às custas do governo

A pré-candidata à Prefeitura de Palmas e vice-­governadora do Tocantins, Cláudia Lelis (PV), rebateu o deputado federal Carlos Henrique Gaguim (PTN/TO); em nota, ela disse estar no Rio de Janeiro sem custo para o governo do estado e afirmou não entender a revolta do parlamentar; "Uma vez que o mesmo deixou o partido há algumas semanas", disse; Gaguim sugeriu que a parlamentar, ao invés de estar preocupada com problemas sociais, foi ao Rio conversar sobre questões partidárias; ele sugeriu até o impeachment da vice-governadora

A pré-candidata à Prefeitura de Palmas e vice-­governadora do Tocantins, Cláudia Lelis (PV), rebateu o deputado federal Carlos Henrique Gaguim (PTN/TO); em nota, ela disse estar no Rio de Janeiro sem custo para o governo do estado e afirmou não entender a revolta do parlamentar; "Uma vez que o mesmo deixou o partido há algumas semanas", disse; Gaguim sugeriu que a parlamentar, ao invés de estar preocupada com problemas sociais, foi ao Rio conversar sobre questões partidárias; ele sugeriu até o impeachment da vice-governadora
A pré-candidata à Prefeitura de Palmas e vice-­governadora do Tocantins, Cláudia Lelis (PV), rebateu o deputado federal Carlos Henrique Gaguim (PTN/TO); em nota, ela disse estar no Rio de Janeiro sem custo para o governo do estado e afirmou não entender a revolta do parlamentar; "Uma vez que o mesmo deixou o partido há algumas semanas", disse; Gaguim sugeriu que a parlamentar, ao invés de estar preocupada com problemas sociais, foi ao Rio conversar sobre questões partidárias; ele sugeriu até o impeachment da vice-governadora (Foto: Leonardo Lucena)

Tocantins 247 - A pré-candidata à Prefeitura de Palmas e vice-­governadora do Tocantins, Cláudia Lelis (PV), rebateu o deputado federal Carlos Henrique Gaguim (PTN/TO). Em nota, ela disse estar no Rio de Janeiro sem custo para o governo do estado e afirmou não entender a revolta do parlamentar. 

Gaguim sugeriu que a parlamentar, ao invés de estar preocupada com problemas sociais, foi ao Rio conversar sobre questões partidárias. Ele sugeriu até o impeachment da vice-governadora, durante entrevista ao T1 Notícias (leia mais aqui).

Cláudia informou que viajou um dia antes do ponto facultativo decretado pelo governador do estado, Marcelo Miranda (PMDB), e entre os compromissos agendados na véspera do feriado estavam uma visita de cortesia à presidente do PMB, Suêd Haidar, acompanhando a secretaria Meire Carreira, até então companheira de militância no PV.

A vice­governadora tem mantido intensas articulações de pré­-campanha visando as eleições de outubro.

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247